Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 27 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Lula quer estar presente à inauguração de campus do IFMS

3 Fev 2010 - 10h00Por MS Notícias

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, pretende estar presente à solenidade de inauguração do primeiro campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul, no município de Nova Andradina, prevista para o primeiro semestre deste ano. A informação é do reitor da instituição, Marcus Aurélius Stier Serpe, que esteve com o presidente em Brasília, nesta segunda-feira, 1° de fevereiro, durante a cerimônia que oficializou a implantação de 78 campi dos Institutos Federais em todo o Brasil.

“Convidamos o presidente Lula não só para inaugurar oficialmente o primeiro campus do IFMS em Nova Andradina, mas para marcar a inserção da rede federal de educação profissional em Mato Grosso do Sul, que integra 38 institutos federais em todo o país. Vamos trabalhar politicamente para conseguir esta agenda na Casa Civil e faremos o possível para que ele entregue pessoalmente um projeto esperado há muito tempo pela população do município”, declarou o reitor, que estava acompanhado do Diretor Geral do campus, José Junio Rodrigues de Souza, e do prefeito de Nova Andradina, Gilberto Garcia.

Durante o ato em Brasília, o presidente Lula destacou os programas e investimentos do governo federal, além das mudanças que ocorreram nos últimos 7 anos na área da educação. Segundo ele, o orçamento da União para o MEC triplicou durante a sua gestão, passando de R$ 20 para R$ 60 milhões. “A falta não é de dinheiro, o que falta é projeto. Não existe possibilidade de um governador ou prefeito pedir alguma coisa para este governo e não ser atendido, sobretudo na educação, pois não há nada mais sagrado para um país do que formar os seus jovens, e dar a eles uma oportunidade”, afirmou o presidente, que fez questão de dar um recado para as administrações estaduais e municipais. “Encaminhem seus projetos”, declarou.

Em seu discurso, o Ministro da Educação, Fernando Haddad, enfatizou que o governo federal foi capaz de fazer 100 anos em quatro, dobrando a rede federal de educação profissional e tecnológica, que até então contava com 140 escolas técnicas. “Nós já entregamos 140 novas escolas, e até o final deste ano, serão mais 74, contabilizando as 214 unidades prometidas”, declarou. Haddad falou ainda sobre o programa Brasil Profissionalizado, em parceria com os governos estaduais, que soma outras 129 novas escolas técnicas e 143 unidades a serem reformadas para oferta de ensino técnico de nível médio.

As unidades oficializadas nesta segunda-feira representam um investimento inicial de R$ 175 milhões, entre construção, equipamentos e mobiliário. Dessas 78 unidades, 32 já estão em funcionamento, com mais de oito mil estudantes matriculados. As demais começam a funcionar a partir de março.

Estiveram também presentes à solenidade o vice-presidente da República, José Alencar; a ministra-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Dilma Roussef; o ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende; e o Secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Eliezer Pacheco.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESASTRE AÉREO
Diretor da UPA que sofreu acidente aéreo no Pantanal morre em hospital
COVID-19
Covid-19: Brasil tem 15,7 mil novos casos e 537 mortes em 24 horas
+ AUMENTO
Gasolina sobe pela 8ª semana seguida nos postos, aponta ANP
PAN AMERICANO JUNIOR
Atleta de MS carregará as cores do Brasil no vôlei de praia nos Jogos Pan-Americanos Júnior
LIÇÕES DA BÍBLIA
Prefácio de Deuteronômio
ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
COVID-19
Ministra de Bolsonaro testa positivo para Covid e cancela agenda em Nova Andradina
ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"