Menu
SADER_FULL
domingo, 11 de abril de 2021
Busca
Brasil

Grandes só poderão acessar recurso extra do FCO

28 Set 2004 - 09h38
Saiu ontem no Diário Oficial da União a portaria interministerial de nº 21, do Ministério da Integração Nacional e da Fazenda, medida necessária para liberação de R$ 1 bilhão do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) ao FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste). De acordo com a portaria, pelo FAT- Integrar, como foi chamada a linha do FCO capitalizada com o FAT, serão atendidos os grandes empresários e produtores, que somente poderão acessar a esse crédito com as taxas do FCO. Porém, não veta que médios possam ser atendidos também.
A parte que cabe a Mato Grosso do Sul é de 23%, ou seja, R$ 230 milhões. A MP (Medida Provisória) autorizando a transação foi assinada no início de agosto e esta portaria se fez necessária para reconhecimento da fonte equalizadora das taxas de juros, no caso da União.
O gerente de Agronegócio do Banco do Brasil em Mato Grosso do Sul, Carlos Werner, explica que do ponto de vista operacional a instituição está pronta para disponibilizar os empréstimos e aguarda somente a chegada dos recursos, que pode ocorrer a qualquer momento.
 
 
 
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo
CRISE NA PANDEMIA
Número de brasileiros que vivem na pobreza quase triplicou em seis meses, diz FGV