Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 10 de maio de 2021
Busca
Brasil

Furacão Ivan já passou por dez países e deixou 72 mortos

15 Set 2004 - 14h05
O furacão Ivan deixou ao longo de pouco mais de uma semana pelo menos 72 mortos e um rastro de casas e plantações destruídas em dez países, além das Ilhas Cayman.

A região mais atingida foi o Caribe. O furacão passou por Barbados, República Dominicana, Granada, Ilhas Cayman, Haiti, Jamaica, Trinidad e Tobago, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas e Cuba.

Outro local atingido foi a costa venezuelana, onde pelo menos cinco pessoas morreram e mais de dez ficaram feridas pelas fortes chuvas, enchentes e ondas gigantes provocadas pelo furacão.

Nove pessoas que estavam em um barco na região costeira da Venezuela ainda permanecem desaparecidas, cerca de 350 casas foram atingidas e 21 ficaram totalmente destruídas --mais de 40 barcos foram danifacados ou afundaram.

Vítimas no Caribe

Na região do Caribe, uma das áreas mais prejudicadas pelo furacão foi a ilha de Granada, onde pelo menos 39 pessoas foram mortas.

Cerca de 90% das casas de Granada foram danificadas ou destruídas e muitas tiveram os telhados arrancados.

O furacão Ivan também atingiu os serviços de telefonia e eletricidade da ilha e causou falta de comida e água potável.

A indústria de noz moscada de Granada, crucial para a economia local, também foi severamente prejudicada.

Na República Dominicana, quatro jovens morreram afogados depois de serem atingidos por uma onda gigante em Santo Domingo.

Na Jamaica, 19 pessoas foram mortas, incluindo um homem e seus três filhos, que foram soterrados por um deslizamento de terra.

Nesta segunda-feira (6), o furacão Ivan chegou a Cuba com fortes chuvas e ventos. As autoridades cubanas determinaram a saída de 1,3 milhão de pessoas de áreas de risco e afirmaram que não houve registro de vítimas.

Nos Estados Unidos, diante da ameaça de que o impacto do furacão chegue ao país, cerca de dois milhões de pessoas deixaram suas casas em regiões da Louisiana, da Flórida, do Mississipi e de Alabama. Em alguns casos, as autoridades determinaram a saída obrigatória de residentes.
 
 
BBC Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'