Menu
BANNER IMPRESSORAS
domingo, 14 de agosto de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Fórum discute na semana que vem políticas públicas em MS

30 Out 2010 - 10h09Por TV Morena

O Cead/MS (Conselho Estadual Antidrogas de Mato Grosso do Sul) realiza entre os dias 4 e 5 de novembro, na Capital, o Fórum Estadual sobre Drogas. O objetivo é consolidar propostas para a formulação de políticas públicas sobre drogas e que melhor represente a posição da sociedade de Mato Grosso do Sul. O fórum acontece no Pallaciu´s Eventos, localizado na rua 14 de julho, 1256, Centro. A recepção e o credenciamento começa a partir das 7h30.

A coordenadora geral do Fórum, conselheira estadual Helena Gasparini, explica que o evento reunirá as contribuições ou propostas levantadas durante os seis fóruns regionais realizados em cidades polos do Estado no ano de 2009, e que contaram com a participação de representantes de todos os municípios e de diferentes segmentos da sociedade.

“Fizemos palestras e oficinas nestas cidades com a participação dos conselhos municipais, da comunidade em geral e ao final dos encontros eles discutiram e elaboraram propostas com vertentes como prevenção e tratamento. Neste fórum vamos estabelecer consenso, ou seja, queremos valorizar todas as propostas mantendo, modificando ou excluindo para consolidá-las numa política pública sobre drogas”, explica a coordenadora do Fórum. Helena Gasparini é bióloga, especialista em dependência química e mestre em psicologia da saúde.

Os fóruns regionais foram realizados nos municípios de Amambai, Três Lagoas, Aquidauana, Dourados, São Gabriel do Oeste e Campo Grande. Helena Gasparini explica que todos os passos com fóruns regionais e o estadual seguem o modelo nacional inclusive no ano de 2004 quando foram realizados os fóruns regionais no Brasil. “Durante dois dias estaremos consolidando estas propostas e vamos entregar ao governo do Estado para que possa servir de subsídio para instalar essa política publica sobre drogas”, completa.

Programação

De acordo com a programação, a abertura do evento vai contar com diversas palestras. A partir das 10h15 haverá o pronunciamento do Secretário Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas, general Paulo Roberto Yog de Miranda Uchoa. Na sequência, às 11h, o juiz federal Odilon de Oliveira fala sobre a Relevância na construção de uma Política Pública Estadual sobre Drogas nesta Região Estratégica. Já às 11h45, o procurador de Justiça do Ministério Publico do Rio Grande do Sul e presidente da Associação Nacional de Justiça Terapêutica (RS), Ricardo de Oliveira Silva, ministra palestra sobre a Legislação sobre Drogas e a Redução da Oferta.

No período da tarde, às 14h, o  médico psiquiatra, professor e pesquisador da Universidade Federal de São Paulo, Ronaldo Laranjeiras, fala sobre o tema: Realidade Nacional sobre o uso de Drogas: Efeitos e Consequências - Formas de Atendimento ao dependente químico. Às 14h45 o subsecretário de Políticas Antidrogas do Estado de Minas Gerais, Cloves Benevides, ministra palestra sobre o Desenvolvimento de Políticas Publicas sobre Drogas e a importância da Subsecretaria no Estado.

Já no dia 5, o evento será realizado no Hotel Jandaia, localizado na rua Barão do Rio Branco, 1271, Centro. A participação nesse evento é restrita apenas aos delegados eleitos nos fóruns regionais.

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Motociclista de 27 anos bate na traseira de trator e morre em vicinal
TRAGEDIA NA RODOVIA
Sete pessoas morrem e três ficam feridas em acidente entre caminhão e van
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo libera empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil
TRAGÉDIA
Carro explode durante abastecimento e amputa pernas de frentista
NOITE DE TERROR
Moradores relatam medo vivido em confronto com oito mortos
ACIDENTE DE TRABALHO FATAL
Trabalhador morre soterrado ao fazer limpeza em silo de grãos
AGRESSÃO NA ESCOLA
Mulher invade escola e espanca aluna a pauladas
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil ultrapassa o número de 680 mil mortos pela doença
AUXÍLIO BRASIL AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio Brasil de R$ 600 e vale-gás saem hoje para mais um grupo
BRASIL + POBRE
Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas