Menu
SADER_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
DOURADOS

Dourados terá Escola Técnica Federal, diz Geraldo Resende

4 Nov 2010 - 06h49Por Fátima News com assessoria

A terceira fase de expansão do programa de rede Federal de Educação Profissional, Ciência e Tecnologia terá como prioridade contemplar Dourados com uma Escola Técnica Federal. A afirmação é do reitor do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), Marcus Aurélius Stier Serpe, que foi recebido na manhã desta quarta-feira (3) pelo deputado federal Geraldo Resende em seu gabinete em Brasília para detalhar o plano de expansão que prevê a construção de sete a oito novas unidades no Estado.

         Em Mato Grosso do Sul já está em funcionamento o campus do IFMS em Nova Andradina com vagas para mais de duzentos alunos nos cursos técnico em agropecuária e técnico em informática, além de educação de jovens e adultos. Outros cursos como técnico em secretariado, administração e serviços públicos, são oferecidos à distancia para mais municípios, com capacitações em nível médio.

         No final deste ano serão selecionados os alunos que vão estudar em campi de mais seis municípios: Campo Grande, Coxim, Três Lagoas, Ponta Porã, Aquidauana e Corumbá. Também haverá novo processo seletivo em Nova Andradina. O projeto de expansão prevê, no entanto, a implantação de mais sete plantas, uma delas em Dourados. “O município já deveria ter sua instituição de educação técnica, pois a demanda é muito grande”, defende o reitor.

         Em cem anos de Instituto Federal foram implantados 140 campi de educação profissional e técnica. Atualmente estão sendo construídos mais 214. “Luto para Dourados ter uma instituição de educação técnica desde 2005 em meu primeiro mandato como deputado federal. Neste período, apresentei três Indicações ao Poder Executivo e o Projeto de Lei (PL) 5075/2009 no dia 16 de março do ano passado”, explica Geraldo Resende. “Espero contar com o apoio do deputado Marçal Filho, que também é de Dourados, e dos demais colegas de bancada nesta batalha”.

         Geraldo afirma que outros municípios sul-mato-grossenses também são carentes dessa estrutura de ensino. Por isso, em 2 de julho de 2009 apresentou o Projeto de Lei 5531 que institui um campus do IFMS em Naviraí. Geraldo também foi autor das emendas 1, 2, 3, 9 e 10 ao Projeto de Lei 7.268 do ano de 2006, que dispõem sobre a criação de escolas técnicas e agrotécnicas federais em outros municípios do Estado, além dos contemplados pelo atual Governo Federal. “Fui o autor de proposição para implantação de campi em Dourados, Navirai e Rio Brilhante. Sempre levantei a bandeira da educação e considero esses cursos o caminho mais rápido para a conquista de emprego e para a geração de renda”, finaliza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada