Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 26 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Dólar segue alívio externo e fecha em queda

13 Jun 2007 - 16h44

O dólar fechou em leve queda nesta quarta-feira, após um início volátil de sessão, acompanhando o alívio nos mercados estrangeiros com o rendimento dos títulos do Tesouro norte-americano. A moeda norte-americana recuou 0,10% e fechou a R$ 1,945.

"Foi mais o mercado lá fora, tanto a piora de ontem quanto a melhora de hoje", resumiu Flávio Ogoshi, operador de derivstivos do Rabobank.

O dólar teve um início volátil de pregão e chegou a subir 0,87% nos primeiros negócios, refletindo a alta no rendimento dos títulos do Tesouro norte-americano.

O rendimento do título de referência atingiu o maior patamar em mais de cinco anos, a 5,33%, mas recuou com cobertura de posições e trouxe calma aos mercados, que assistiram a uma alta generalizada das bolsas de valores.

"Essa pressão compradora de Treasuries deu uma arrefecida; todo os ativos melhoraram e os mercados entraram em banho-maria antes do Livro Bege", disse Luiz Pizani, operador de câmbio da corretora Liquidez.

O Livro Bege, que traz uma avaliação geral do Federal Reserve sobre as condições econômicas dos Estados Unidos, mostrou que a atividade econômica norte-americana manteve a recuperação em abril e maio, o que contribuiu para renovar o humor dos investidores.

Os operadores disseram que o mercado vai continuar atento aos indicadores dos Estados Unidos, que podem confirmar ou minimizar a expectativa de uma possível elevação do juro norte-americano - principal preocupação dos investidores e que contribuiu para a alta do rendimento dos Treasuries.

Na quinta-feira, o mercado aguarda a divulgação do índice de preços ao produtor (PPI), e na sexta-feira será informado o índice de preços ao consumidor (CPI).

No final da sessão, o Banco Central voltou a realizar um leilão de compra de dólares no mercado à vista, mas a operação não teve força para elevar a cotação da moeda. A autoridade monetária definiu taxa de corte a R$ 1,9445 e aceitou ao menos 9 propostas, segundo operadores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários
CORONAVIRUS
Morre voluntário brasileiro que participava de testes da vacina de Oxford
MORTE SUBITA
Idoso morre em voo de Cuiabá para SP; avião faz pouso de emergência
BRASIL - 154.176 MORTES
Covid-19: Brasil tem mais 271 óbitos e 15.383 novos casos em 24h
TRAGÉDIA NA CIDADE
Acidente entre trem e e micro-ônibus deixa uma mulher morta e feridos