Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 26 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
EDUCAÇÃO

Detentos do Estado obtêm índice de 75% de aprovação no Enem

19 Jun 2010 - 05h49Por Notícias.MS

Resultado referente ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acaba de ser divulgado pelo Ministério da Educação, aponta um índice de 75% de aprovação entre os internos do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul que realizaram a prova no início deste ano.

 

          Dos 274 reeducandos que realizaram a prova, 206 conseguiram alcançar a média para aprovação. Os internos foram avaliados em cinco áreas do conhecimento: Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens e Matemática e Redação.

 

          Conforme a Divisão de Educação da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), o resultado foi divulgado posteriormente aos dos demais estudantes porque os reeducandos de todo o País realizaram as provas um mês após a aplicação dos exames para o público geral, ocorrendo um atraso na divulgação do relatório.

 

          A diretora da Escola Estadual Pólo “Regina Anffe Nunes Betine”, Regina Lúcia Salles, explica que os internos aprovados que ainda não haviam concluído o Ensino Médio automaticamente conquistam o certificado de conclusão, entre outros benefícios. “Todos os aprovados que já estiverem em liberdade podem disputar uma vaga na universidade e concorrer ao Prouni [Programa Universidade para Todos]”, diz.

 

          Regina atribui o bom resultado ao ensino oferecido nas escolas instaladas nas unidades penais e à capacidade intelectual dos internos. “Dentro das unidades penais existem muitas mentes brilhantes que precisam ser canalizadas no sentido positivo; o Enem e o Encceja [Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos] são janelas para que essa capacidade apareça”, constata. “Uma interna que concluiu o ensino médio no feminino da Capital, e que agora está em regime domiciliar, por exemplo, alcançou 75 pontos em redação, uma nota muito alta; tivemos notícia que ela pretende cursar uma faculdade de Direito”, conta.

 

          Para a supervisora da Divisão de Educação da Agepen, Elaine Arima Xavier Castro, o oferecimento da educação nas unidades penais é uma importante ferramenta para a reinserção social. “Tratamento penal é isso, dar oportunidade para que as pessoas tracem novos caminhos quando saírem da prisão”, destaca.

 

          De acordo com a supervisora, este ano novamente o Enem deverá ser aplicado nas unidades penais do Estado. O período de inscrições para o exame, conforme calendário divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vai de 21 de junho a 9 de julho. As provas serão aplicadas nos dias 6 e 7 de novembro.

 

 

 

          Atualmente, nas unidades penais do Estado, 918 internos estudam pelo sistema Educação de Jovens e Adultos (EJA), distribuídos nos ensinos fundamental e médio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários
CORONAVIRUS
Morre voluntário brasileiro que participava de testes da vacina de Oxford