Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 22 de setembro de 2021
Busca
EDUCAÇÃO

Detentos do Estado obtêm índice de 75% de aprovação no Enem

19 Jun 2010 - 05h49Por Notícias.MS

Resultado referente ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acaba de ser divulgado pelo Ministério da Educação, aponta um índice de 75% de aprovação entre os internos do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul que realizaram a prova no início deste ano.

 

          Dos 274 reeducandos que realizaram a prova, 206 conseguiram alcançar a média para aprovação. Os internos foram avaliados em cinco áreas do conhecimento: Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens e Matemática e Redação.

 

          Conforme a Divisão de Educação da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), o resultado foi divulgado posteriormente aos dos demais estudantes porque os reeducandos de todo o País realizaram as provas um mês após a aplicação dos exames para o público geral, ocorrendo um atraso na divulgação do relatório.

 

          A diretora da Escola Estadual Pólo “Regina Anffe Nunes Betine”, Regina Lúcia Salles, explica que os internos aprovados que ainda não haviam concluído o Ensino Médio automaticamente conquistam o certificado de conclusão, entre outros benefícios. “Todos os aprovados que já estiverem em liberdade podem disputar uma vaga na universidade e concorrer ao Prouni [Programa Universidade para Todos]”, diz.

 

          Regina atribui o bom resultado ao ensino oferecido nas escolas instaladas nas unidades penais e à capacidade intelectual dos internos. “Dentro das unidades penais existem muitas mentes brilhantes que precisam ser canalizadas no sentido positivo; o Enem e o Encceja [Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos] são janelas para que essa capacidade apareça”, constata. “Uma interna que concluiu o ensino médio no feminino da Capital, e que agora está em regime domiciliar, por exemplo, alcançou 75 pontos em redação, uma nota muito alta; tivemos notícia que ela pretende cursar uma faculdade de Direito”, conta.

 

          Para a supervisora da Divisão de Educação da Agepen, Elaine Arima Xavier Castro, o oferecimento da educação nas unidades penais é uma importante ferramenta para a reinserção social. “Tratamento penal é isso, dar oportunidade para que as pessoas tracem novos caminhos quando saírem da prisão”, destaca.

 

          De acordo com a supervisora, este ano novamente o Enem deverá ser aplicado nas unidades penais do Estado. O período de inscrições para o exame, conforme calendário divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vai de 21 de junho a 9 de julho. As provas serão aplicadas nos dias 6 e 7 de novembro.

 

 

 

          Atualmente, nas unidades penais do Estado, 918 internos estudam pelo sistema Educação de Jovens e Adultos (EJA), distribuídos nos ensinos fundamental e médio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada
CARROS SEMINOVOS
Como fazer uma boa escolha de veículos seminovos
LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas