Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 12 de maio de 2021
Busca
Brasil

Defesa Civil nacional reconhece situação de emergência em 9 municípios de MS

4 Nov 2010 - 06h12Por Notícias MS

A liberação de recursos solicitada pelo governo do Estado e Prefeituras para ajudar os municípios de Mato Grosso do Sul afetados por temporais entre o fim de setembro e o início de outubro já está em discussão no Ministério da Integração Nacional. A Secretaria Nacional de Defesa Civil, ligada ao Ministério, reconheceu a condição de Situação de Emergência de cada um dos nove municípios que fizeram essa decretação e pediram o aval nacional. O reconhecimento abre caminho para o próximo passo - a definição de valores dos recursos que poderão ser destinados a cada cidade.

“O reconhecimento significa que todo o processo estava correto. Já passou pela análise técnica e jurídica, e agora, o próximo passo é definir a liberação do dinheiro”, explica o chefe da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Estado (Cedec/MS), coronel Ociel Ortiz Elias. O governo do Estado, através da Cedec, orientou e prestou todo o auxílio necessário para a documentação de informação e comprovação das ocorrências e dos danos que os municípios precisaram remeter à Defesa Civil Nacional. Esse auxílio ocorreu em paralelo à assistência material, com o envio de cestas de alimentos, colchões, kits de enxoval e telhas para diversos municípios.

Com os reconhecimentos publicados na sexta-feira, hoje (3) o coordenador da Cedec já entrou em contato com a direção da Defesa Civil nacional para tratar do andamento dos processos. “A secretária Ivone Valente e o secretário executivo do Ministério da Integração deverão ter uma reunião ainda hoje com o ministro para discutir sobre os recursos. Amanhã mesmo vamos manter novo contato para acompanhar como está correndo essa discussão”, assegura Ociel.

O reconhecimento da situação emergencial nos nove municípios sul-mato-grossenses foi feito através de quatro portarias, assinadas no dia 28 de outubro pela secretária Ivone Valente, e publicadas no dia seguinte no Diário Oficial da União. A portaria nº 617 faz referência a Batayporã; a de nº 618 ampara os municípios de Bataguassu e Santa Rita do Pardo; a de nº 619 avaliza Anaurilândia, Selvíria, Nova Andradina e Três Lagoas; e, na portaria nº 620, é reconhecida a emergência em Dourados e Naviraí.

Não existe ainda definição quanto aos valores que cada município poderá receber como auxílio para restaurar os serviços prejudicados e ajudar na reconstrução dos danos. Os pedidos remetidos pelo governo e Prefeituras somam R$ 16,570 milhões, e podem ser aprovados total ou parcialmente.

A solicitação para Bataguassu foi de R$ 2 milhões; para Selvíria R$ 450 mil; Santa Rita do Pardo, R$ 2,5 milhões; Naviraí, R$ 2,190 milhões; Três Lagoas, de R$ 4 milhões; Dourados, R$ 1 milhão; Anaurilândia, R$ 1,8 milhão; Nova Andradina, R$ 1,030 milhão; Batayporã, R$ 1,6 milhão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul