Menu
SADER_FULL
domingo, 24 de outubro de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Defesa Civil alerta para temporais e chuva de granizo

26 Ago 2006 - 09h15
Alertas da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, seguiram nesta sexta-feira para as defesas civis do Mato Grosso do Sul, do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Rio de Janeiro a fim de prevenir sobre a ocorrência de chuva forte, raios, ventos e queda de temperatura. É possível também a queda de granizo em áreas isoladas nesses estados.

Para este sábado, a previsão indica que ocorrerão temporais isolados, com chuva forte e rajadas de vento de até 70 quilômetros por hora, no sul do Mato Grosso do Sul e na região de Ponta Porã. No sábado e no domingo (26 e 27/08), áreas de instabilidade associadas ao deslocamento de uma nova frente fria pelo Sul do Brasil provocam de pancadas de chuva no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

Alerta-se que em alguns momentos, há risco de temporais isolados com chuva forte, descargas elétricas e rajadas de vento de 60 a 80 km/h. Também não se descarta a ocorrência de granizo localizado. A Sedec informa que a partir de segunda-feira (28/08), a atuação de uma nova massa de ar de origem polar provoca acentuado declínio de temperaturas nos dois estados.

Portanto, recomenda-se uma atenção especial aos moradores de rua. Ressalta-se que a sensação térmica será de temperaturas mais baixas devido os ventos do quadrante sul.

Entre o domingo e a segunda-feira (27 e 28/08), áreas de instabilidade se formam sobre a região Sudeste, organizando nuvens carregadas e profundas que provocam pancadas de chuva no Rio de Janeiro. Alerta-se para este período que, em alguns momentos, estas pancadas de chuva poderão ser de forte intensidade e acompanhadas de rajadas de vento (60 a 70km/h) e descargas elétricas na capital Rio de Janeiro, em São Gonçalo e em Duque de Caxias. Não se descarta a ocorrência de granizo localizado.

Nestes dias, a Secretaria Nacional de Defesa Civil recomenda orientar a população para evitar a permanência em áreas de alagamentos e para o risco de deslizamentos de encostas, morros e barreiras. Além disso, evitar trafegar em ruas sujeitas a alagamentos localizados, e também lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios e ventos fortes.

É recomendável que a população evite a permanência em áreas sob risco de alagamentos, deslizamento de terra e escorregamento de pedras - zonas ribeirinhas, baixadas, morros e encostas. É aconselhável ainda que o cidadão busque abrigo em locais protegidos de raios e de ventos fortes.

As defesas civis estaduais podem orientar a comunidade sobre como se proteger de eventos meteorológicos potencialmente danosos.O objetivo da Sedec com a divulgação de alertas é evitar a perda de vidas, danos ao patrimônio e ao meio ambiente e incentivar a adoção de medidas preventivas pela população, governos estaduais e municipais. Dados do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec/Inpe) e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) orientaram o envio de alertas para os quatro estados.

 

 

Dourados News


Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA