Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 2 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

CRM-MS suspende registro médico de César Maksoud

16 Mar 2007 - 07h57
 

O CRM/MS (Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul), decidiu, por unanimidade, na noite desta quinta-feira, suspender o registro médico de César Roberto Maksoud Cabral, 50 anos, por violação do código de ética médica.

O julgamento terminou há pouco e durou quase 2h30min. A decisão foi conduzida pelo presidente do Conselho Estadual, Sérgio Renato de Almeida Couto. Todos os jurados foram favoráveis a cassação do diploma do profissional de Maksoud.

Segundo o advogado de defesa do médico, Fábio Trad, Maksoud vai tentar ingressar com um recurso no CFM (Conselho Federal de Medicina), em Brasília, para recuperar o registro e suspender a aplicação da pena. Caso não seja absolvido, Maksoud ainda poderá recorrer à Justiça comum.

Mesmo com a cassação do registro, Maksoud ainda pode exercer a profissão até a decisão final do CFM, informou Sérgio Couto.

Maksoud é acusado de envolvimento no uso ilegal de células tronco em pó em pacientes, conforme reportagem divulgada pelo Jornal Nacional em fevereiro do ano passado.

Na época, o flagrante foi registrado por câmeras de vídeo, quando o médico oferecia o tratamento para um paciente. Maksoud é dono de uma clínica na Capital.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados