Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 8 de maio de 2021
Busca
GLÓRIA DE DOURADOS

Creas realiza blitz contra a violência à mulher em Glória de Dourados

13 Out 2010 - 09h37Por Demerval Nogueira / Fátima News

O Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (SASC), conjuntamente com o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), Polícia Militar, Polícia Civil e os acadêmicos do curso de serviço social da Anhanguera/Uniderp realizaram na Avenida Presidente Getúlio Vargas, centro da cidade, uma blitz com o objetivo de mobilizar a população gloriadouradense sobre a importância de se combater qualquer tipo de violência contra as mulheres, seja física, psicológica, sexual, institucional, entre outros.

 

 

Dezenas de pessoas trabalharam na blitz e também na panfletagem, sendo monitorados pela coordenadora do Creas, assistente social Ana Paula de Andrade, psicóloga do Creas, Isloany Dias Machado e a assistente social do centro de referência, Érika Carneiro de Souza. O trabalho teve mais de três horas de duração, sempre com o amparo dos policiais militares e civis, inclusive com a presença do delegado da Delpol, Dr. Adilson Stiguivitis de Lima.

 

 

Ana Paula destacou a importância da conscientização, “este trabalho tem por objetivo específico conscientizar a população de forma em geral, principalmente as mulheres, notadamente aquelas que sofrem abusos em seus próprios lares”, disse a coordenadora do Creas ressaltando ainda, “é necessário que todas as mulheres que sofrem com diferentes tipos de violências tenham a coragem necessária de prestar queixas ou proceder às denúncias, pois somente desta forma podemos inverter este quadro”, finaliza.

 

 

Também presente durante todo o tempo na blitz e panfletagem, o vice-prefeito Geraldo Denadai, bem como, a secretária municipal de Assistência Social e Cidadania, assistente social Mary Solange Bega, que destacou a importância do trabalho e agradeceu a participação efetiva de todos, de forma especial à corporação da PM, comandada pelo Sgtº. Carlos Rios e o efetivo da Policia Civil, na pessoa do delegado Dr. Adilson Stiguivitis de Lima.

 

 

A violência contra a mulher é uma atitude deplorável e deve ser denunciada. O Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) é o local mais indicado para receber queixas ou denúncias de mulheres que sofrem maus tratos. É o local onde a mulher encontra atendimento jurídico e psicossocial, além de toda a atenção necessária. Bateu, errou! Quem bate na mulher machuca a família inteira. Diga não a violência contra a mulher, ligue 3466-1985.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo