Menu
SADER_FULL
sexta, 23 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Começa a vigorar tarifa de luz com 3,2% de reajuste

10 Abr 2007 - 04h25

Começa a vigorar desde domingo a tarifa de energia elétrica 3,2% mais cara para os consumidores de energia elétrica. Para os de baixa tensão, como são casos de clientes residenciais e comércios, a alta é de 3,46% e aos de alta tensão, como são casos de indústrias, 2,58%. O aumento vale para os clientes da Enersul, que abastece 73 dos 78 municípios do Estado. Para a empresa, o impacto do aumento concedido pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) é de 8%.

A empresa queria 21,7% de aumento. Alguns itens só devem ser repassados ao consumidor em 2008, como é o caso de parcela do reajuste periódico. Levantamento da Aneel aponta que a Enersul tem a tarifa residencial mais cara do País. Diante disso houve uma investida política na tentativa de barrar aumento elevado nas contas. Além do governador, André Puccinelli (PMDB), fizeram gestões junto ao governo federal deputados e senadores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários
CORONAVIRUS
Morre voluntário brasileiro que participava de testes da vacina de Oxford
MORTE SUBITA
Idoso morre em voo de Cuiabá para SP; avião faz pouso de emergência
BRASIL - 154.176 MORTES
Covid-19: Brasil tem mais 271 óbitos e 15.383 novos casos em 24h
TRAGÉDIA NA CIDADE
Acidente entre trem e e micro-ônibus deixa uma mulher morta e feridos
VEJA VIDEO
Índio precisa buscar socorro a cavalo após ataque de onça