Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 19 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Cheque sem fundos gera prejuízo de R$ 133,4 mi em MS

16 Fev 2011 - 07h05Por Diário MS
Dados do Banco Central mostram que a emissão de cheques sem fundos em Mato Grosso do Sul no mês de janeiro apresentou queda de 14% em relação a dezembro de 2010. No total foram emitidos 89.400 cheques sem fundos no primeiro mês de 2011, contra 104.300 no último mês do ano passado.

Mesmo com a queda de 18% no valor total da dívida, o número ainda é alto, alcançando R$ 133,4 milhões. Isso significa que o valor médio da folha devolvida foi de R$ 1.492,17 no mês de janeiro. Em dezembro de 2010 a dívida ficou acumulada em R$ 162,8 milhões.

Segundo o presidente da Fecomércio/MS (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), Edison Ferreira de Araújo, os dados apontam que o cheque está saindo de circulação. “Isso mostra que as pessoas estão controlando mais as finanças e, por outro lado, que o cheque está sendo cada vez menos usado como forma de pagamento, substituído pelos cartões de débito e crédito e sistema de crédito das próprias lojas”, avalia.

Uma prova disso seria o fato de que o volume total de cheques trocados no Estado também caiu em 14%, de 1,6 milhão a 1,3 milhão, de dezembro para o mês passado, segundo os dados do Banco Central. De acordo com a Fecomércio/MS, outro fator que precisa ser levado em conta é que dezembro é o mês de maior movimentação do ano, em função do Natal.
Para o gerente de uma loja de roupas e calçados em Dourados, Darci Prates Torquetti, a utilização do cartão na hora da compra é o principal fator para a queda no uso de cheques. “O uso do cartão praticamente triplicou. Muita gente deixou de usar o cheque por conta da burocracia. O cartão é mais prático, mais cômodo e mais rápido”, afirma o gerente, destacando ainda que, para o comerciante, o fator praticidade não é uma vantagem, já que o cliente acaba ficando menos tempo na loja.

O levantamento do Banco Central aponta ainda que, nos últimos 12 meses, foram emitidos 1,1 milhão de cheques sem fundos no Estado. O montante soma uma dívida de R$ 1,69 bilhão.

No geral, o número de cheques devolvidos em janeiro chegou a 104 mil em Mato Grosso do Sul, 15% a menos do que dezembro de 2010 (122,6 mil). Esse número representa R$ 162,9 milhões em janeiro. Uma queda de 18%, em relação ao último mês do ano anterior (R$ 199,5 milhões).
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério
SEUS DIREITOS
Trabalhador afastado por Covid-19 tem direito a auxílio-doença do INSS