Menu
SADER_FULL
sábado, 22 de fevereiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Canal adianta estreia de "Ídolos" para emplacar vendas no Natal

7 Jun 2010 - 09h35Por Folha Online

Saem os mauricinhos engravatados com tino para os negócios, entram os artistas com pinta de descolados e talento musical duvidoso.

Nesta semana, "Aprendiz Universitário" passa o bastão para a terceira edição do "Ídolos" na Record.

Com a meta de colocar o CD do vencedor entre os mais vendidos do Natal, a emissora decidiu adiantar a estreia do musical para que o lançamento chegue às prateleiras a tempo de virar presente.

A grande novidade deste ano é que os dez finalistas serão confinados em uma mansão em São Paulo. Lá, terão mordomias como piscina, sala de ensaios e academia.

Em contrapartida, irão expor mais a intimidade e as rusgas. "É um grupo mais competitivo que o dos anos anteriores. Vêm para ganhar", diz a diretora artística Fernanda Telles.

Neste ano, o programa baixou a idade mínima para 16 anos, idade de cerca de 30% dos 43 mil inscritos.

Para o jurado Marco Camargo, isso deu gás ao programa. "Eles vêm com mais sede ao pote."

Deixe seu Comentário

Leia Também

TURISMO NO MS
Descubra a beleza das praias de água doce para curtir o Carnaval em MS
CARNAVAL 2020
Por WhatsApp, Witzel convida Bolsonaro para assistir a desfiles do carnaval no seu camarote
DICAS DE SEGURANÇA
Saia de viagem neste feriado e deixe sua casa segura com as dicas da Polícia Civil
GUGU LIBERATO
Defesa diz que Gugu Liberato deu 500 mil dólares a Rose Miriam e mansão de R$ 6 mi
LUTO NO CINEMA
Morre aos 83 anos José Mojica Marins, o lendário Zé do Caixão
FAMOSIDADES
Pós-parto: Andressa Miranda faz revelações sobre sexo com Thammy Miranda
CONCURSO DO EXERCITO
Concurso Exército: Saiu o edital com 1.100 vagas para nível médio
BOLSONARO
Bolsonaro diz que imprensa poderia ser um partido: ''Ia ficar à esquerda''
FAMOSOS
Filho de Leonardo, João Guilherme recebe crítica e ironiza
TRAFICO DE DROGAS
Mulher é flagrada com 240 gramas de fumo na vagina para entrar na cadeia