Menu
SADER_FULL
sábado, 15 de maio de 2021
Busca
Brasil

Campanha leva deputados às bases eleitorais

13 Ago 2004 - 10h02

A maioria dos 24 deputados estaduais tem aproveitado a liberdade que o presidente da Assembléia Legislativa, Londres Machado (PL), concedeu às quintas-feiras, por causa do período da campanha, para visitar suas bases eleitorais.

Por decisão da Mesa Diretora, os cinco deputados que disputam o cargo de prefeito neste ano – Nelsinho Trad (PMDB) e Dagoberto Nogueira (PDT), em Campo Grande, Flávio Kayatt (PSDB), em Ponta Porã, Simone Tebet (PMDB), em Três Lagoas, e Semy Ferraz (PT), em Paranaíba, estão livres para fazer campanha nesse dia da semana, sem se preocupar em ter seus subsídios descontados.

Pelo acordo, a Assembléia Legislativa deixou de realizar sessões deliberativas – aquelas em que se votam projetos e matérias incluídas na Ordem do Dia – para que os candidatos não sejam obrigados a abandonar seus redutos eleitorais.
Por causa disso, boa parte deles se dedica aos trabalhos durante as sessões de terças e quartas-feiras, ficando livre no dia seguinte para pedir votos para seus candidatos a prefeito e a vereador.

O próprio Londres Machado tem compromisso em vários municípios de Mato Grosso do Sul, como em Fátima do Sul, onde sua esposa, Ilda Machado, é candidata à prefeitura.
Deputados como Zé Teixeira (PFL) e Ari Artuzi (PDT) pedem votos para a vereadora Bela Barros (PDT), que concorre ao cargo contra o prefeito Laerte Tetila (PT), em campanha pela reeleição.

Como seus colegas, Zé Teixeira tem outros compromissos em vários municípios do Estado, principalmente na região da Grande Dourados, sua principal base eleitoral.

O deputado estadual Waldir Neves, líder do PSDB, faz campanha em Miranda e em outras cidades do Pantanal.
Ontem mesmo, a sessão durou pouco mais de dez minutos, uma vez que apenas quatro deputados compareceram em plenário.

Reivindicações

Antes dessa "folga" combinada com a Mesa Diretora da Casa, os deputados votam normalmente matérias de interesse da população e protocolam várias reivindicações, atendendo pedido de vereadores e prefeitos.

"Acredito que estamos conciliando normalmente o período da campanha com as nossas atividades na Assembléia, sem maiores prejuízos à população", afirmou Zé Teixeira, que apresentou esta semana várias indicações que atendem suas bases eleitorais.

Uma delas pede ao secretário de Infra-Estrutura e Habitação, Paulo Duarte, e ao diretor-presidente da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul), Carlos Longo, reforma da ponte sobre o rio Baús, na MS-316, entre Costa Rica e o entroncamento do Gaúcho Pobre, que, segundo os moradores da região, está em péssimo estado de conservação.

Ele também pediu a Duarte e Longo obras de patrolamento nas estradas que ligam o distrito de Nova América, em Caarapó, à comunidade Café Porã e ao Distrito de Caarapã, em Laguna Caarapã.

Zé Teixeira encaminhou ainda expediente ao Secretário Estadual de Educação, Hélio de Lima, e à coordenadora do Conselho Estadual de Políticas Sociais, Gilda dos Santos, solicitando a celebração de convênio com a prefeitura de Paranhos para a aquisição de televisões, DVDs e micro-computadores para escolas municipais, rurais e indígenas do município.

O quarto requerimento solicita que o secretário de Justiça e Segurança Pública, Antônio Braga, destine um computador e uma viatura à delegacia de Caarapó.

 

 

Asembléia Legislativa

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada