Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 21 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Brasil vai ajudar Portugal em crise financeira

31 Mar 2011 - 10h28Por Folha.com
Os jornais portugueses dão como certa o socorro financeiro do governo brasileiro a Portugal, que passa por uma crise econômica e tem que amortizar, até dia 11 de abril, 4,5 bilhões de euros de sua dívida pública que, segundo o jornal "Público", o governo não dispõe em caixa.

A publicação afirma na manchete principal de sua edição desta quarta-feira afirma que o "Brasil [está] disponível para comprar dívida portuguesa". Dá ainda como certa "a intervenção do governo de Brasília na resolução dos problemas financeiros portugueses".

No "Diário de Notícias", o destaque é para a "garantia" dada por Dilma para ajudar Portugal no que for possível.

A visita de Lula e sua sucessora era uma vista pelo governo português como uma oportunidade de atrair investimentos, ainda que indiretos, do Brasil. Na noite de segunda-feira, Dilma tinha um jantar programado com o premiê Sócrates para discutir negócios entre os dois países, como a possível contratação de engenheiros e arquitetos de Portugal, como a Folha já havia noticiado.

O encontro foi cancelado, o que adiou a expectativa do governo português de fechar parcerias apenas para a cúpula Brasil-Portugal, que acontece no fim do ano, depois do prazo que o governo português tem para saldar sua dívida.

ENTRAVE

Apesar de se mostrar disponível para socorrer Portugal, a presidente Dilma Rousseff colocou um interposto na ajuda: ela quer obedecer à regra do Banco Central de só comprar títulos. Na terça-feira, a agência de risco Standard and Poor´s rebaixou a nota de Portugal para BBB-, um ponto acima do "lixo", segundo classificaram os jornais e televisões portugueses.

De qualquer maneira, o prêmie José Sócrates voltou a afirma, na manhã desta quarta-fera, que "o governo não tem nenhuma intenção de pedir ajuda exterior". A presidente brasileira afirmou que, até agora, não foi procurada oficialmente pelo governo de Portugal sobre o eventual socorro à economia do país.

Nesta quarta-feira, tanto a presidente brasileira Dilma Rousseff e o português Cavaco Silva, que foram assistir à cerimônia de concessão do título de doutor honoris causa da Universidade de Coimbra ao ex-presidente Lula, não quiseram comentar o assunto na chegada ao evento.

Além de Lula, os ex-presidentes brasileiros Juscelino Kubitschek, Tancredo Neves, José Sarney e Fernando Henrique Cardoso já foram homenageados pela mesma universidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos