Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de junho de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Brasil desperdiça chances, perde para Suíça e se complica no Mundial

30 Out 2009 - 17h08

Apesar de dominar a maior parte do jogo e ter criado as melhores chances, a seleção brasileira sub-17 não conseguiu evitar a derrota de 1 a 0 para Suíça, nesta sexta-feira, pela terceira rodada do Grupo B do Mundial da categoria. Com o resultado, o Brasil terminou a fase de grupos na terceira colocação, com apenas três pontos.

Agora, para conseguir uma vaga nas oitavas de final, a meninada tupiniquim tem que esperar a definição dos Grupos C, D, E e F, que acontecem neste fim de semana. Dependendo dos resultados, o time do técnico Lucho Nizzo pode se garantir como um dos quatro melhores terceiros.

Suíça, com nove pontos, e México, que também nesta sexta bateu o Japão por 2 a 0, com seis, asseguraram as vagas diretas à próxima fase.

A seleção brasileira começou melhor a partida, com maior posse de bola e empurrando a Suíça para o seu campo de defesa. E, com cinco minutos, a garotada de Lucho Nizzo já tinha tido duas boas chances de gols com Zezinho. A primeira, o jogador do Juventude bateu cruzado para a boa defesa do goleiro Siegrits. Em seguida, o camisa 9 do Brasil chutou com perigo sobre o gol suíço. Mas a partir dos dez minutos o Brasil voltou a repetir os mesmos erros das duas partidas anteriores: o último passe. Com isso, a Suíça foi aumentando seu volume de jogo.

Aos 20 minutos, Xhaka arriscou de longe e quase surpreendeu o goleiro Alisson, que conseguiu espalmar para fora. Na sequência da jogada, após escanteio cobrado na área brasileira, Alisson defendeu parcialmente, mas na sobra Ben Khalifa mandou para o gol vazio, abrindo placar.

Após o gol sofrido, a seleção acordou mas, mesmo dominando o jogo, o Brasil não conseguiu chegar com força até o fim da primeira etapa.

No segundo tempo, Zezinho, aos cinco, e Philippe Coutinho, aos sete, tiveram boas chances de igualar o marcador, mas acabaram sendo parados pelo goleiro suíço Siegrist.

Acuada, a Suíça só conseguiu ameaçar o gol brasileiro aos 17. Buff, sozinho, chutou em cima de Allison. Aos 25, Willen, que acabara de entrar, teve grande chance de empatar a partida. Mas o zagueiro suíço André Gonçalves, em cima da linha, tirou com o cabeça o forte chute do atacante brasileiro.

A equipe canarinho seguiu pressionando e tentando o gol do empate, mas todo o esforço foi em vão.

A Nigéria garantiu nesta sexta-feira sua passagem para as oitavas-de-final do Mundial Sub-17 depois de vencer a Argentina, que já estava classificada, por 2 a 1 em partida válida pela terceira rodada do grupo A da competição.

A Argentina, que preferiu poupar oito de seus titulares, abriu o placar logo aos dois minutos de jogo com Orfano. Aos cinco, Ojabu empatou para a equipe da casa. No segundo tempo, os nigerianos viraram aos 27 minutos, de pênalti, com Emmanuel.

Pela outra partida do grupo A disputada nesta sexta-feira, a Alemanha bateu Honduras por 3 a 1 e continua com chances de avançar no Mundial Sub-17, enquanto os hondurenhos encerram sua participação na competição sem terem marcado um único ponto.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai