Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 3 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

BNDES reduz juro para produção de medicamentos

2 Jul 2007 - 14h12
O presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Luciano Coutinho, anunciou nesta segunda-feira, 2, a redução dos juros para financiamentos ao setor farmacêutico de 6% ao ano para 4,5%. Segundo ele, a queda engloba os projetos aprovados no âmbito do Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Cadeia Produtiva Farmacêutica (Profarma) que foi criado em 2004 e que até o momento acumula desembolsos de R$ 935 milhões. Coutinho disse que a expectativa é dobrar esse volume nos próximos dois anos.

O presidente do BNDES participou de cerimônia na Fiocruz, no Rio, junto com o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Para Coutinho o desenvolvimento do setor farmacêutico é fundamental para o próprio desenvolvimento econômico do País. Além do financiamento o BNDES também poderá participar de projetos do setor com capitalizações via BNDESPar (empresa de participação do banco), complementou Coutinho.

O BNDES aprovou financiamento de R$ 30 milhões para a construção da primeira planta de protótipos de medicamentos do País, que segundo o banco, vai permitir a produção de remédios em escala industrial. O financiamento do BNDES foi aprovado no âmbito do Fundo Tecnológico (Funtec) e será destinado à Bio-Manguinhos, unidade da Fiocruz no Rio de Janeiro. Ainda segundo o banco, o projeto vai gerar 175 empregos diretos.

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial