Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 25 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Bancários avisam que população deve se preparar para greve

28 Set 2010 - 10h38Por Dourados News

O Sindicato dos Bancários de Dourados e Região avisa a população, em especial os clientes e usuários dos bancos, que vem dando apoio importante à luta dos bancários por melhores condições de trabalho que devem se preparar para a paralisação nas agências. A Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) insiste no desrespeito e deixa a categoria sem alternativa, se não cruzar os braços a partir desta quarta-feira, dia 19 de setembro.

A deliberação será hoje às 18 horas, em todo o país. Em Dourados a assembléia acontece na sede do Sindicato a Rua Olinda Pires de Almeida, 2450, onde a categoria discutirá a campanha salarial e tomará a decisão.

 

O Movimento Sindical Bancário realizam desde agosto manifestações nas agências de todo o país, para mostrar como os bancos estão bem, lucrando como nunca e precarizando o trabalho e o serviço prestado ao cliente. O setor que no primeiro semestre arrematou R$ 24,7 bilhões de lucratividade apresentou uma proposta pífia com relação ao reajuste salarial, oferecendo 4,29% aos empregados. O índice corresponde apenas à inflação do período. Os bancários reivindicam 11% de reajuste.

Por isso, neste momento é fundamental que a população compreenda mais uma mobilização da categoria, que tem na greve a única forma de pressionar e arrancar melhorias para os empregados.

O presidente do Sindicato, Raul Lídio Pedroso Verão, lembra que as negociações acontecem desde agosto e depois de quatro rodadas de negociação nada foi decidido. “É importante a população saber que não estamos pensando em começar uma greve do nada, já que a nossa pauta de reivindicações está nas mãos dos banqueiros desde o dia 10 de agosto”, diz Verão.


REIVINDICAÇÕES

Além do reajuste salarial de 11%, os bancários cobram que medidas sejam tomadas em relação ao bem estar do consumidor, entre elas, mais segurança e o fim das filas nas agências bancárias, que poderia ser combatida com a contratação de mais funcionários.

“Os banqueiros deveriam oferecer conforto à população e trabalhadores. Mas, preferem jogar os clientes nas filas, mandar os bancários embora e ainda sujeitam o consumidor aos riscos de ter de usar a internet. Tudo para ampliar os lucros”, diz Raul Verão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso