Menu
SADER_FULL
terça, 20 de abril de 2021
Busca
Brasil

Após apoiar PCdoB, Lula pede votos ao PT no CE

14 Out 2004 - 10h23
O Palácio do Planalto finalmente se rendeu ao fenômeno petista nas eleições municipais, a candidata à Prefeitura de Fortaleza Luizianne Lins. Nos próximos dias, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deverá, pela primeira vez desde o início da campanha, gravar participação no programa eleitoral da petista, que disputa o segundo turno contra o deputado federal Moroni Torgan (PFL).

A gravação deve ocorrer durante encontro de Lula com Luizianne, que depende do acerto de agendas entre o cerimonial do Planalto e a coordenação da campanha da petista. O presidente estuda participar de um evento da campanha de Luizianne, entre os dias 20 e 22, quando irá ao Ceará inaugurar o açude Castanhão.

A entrada de Lula está sendo intermediada por um dos coordenadores da campanha da petista, o deputado João Alfredo (PT-CE) que, no início da semana, recebeu telefonema de um emissário do Planalto interessado em articular uma aproximação, depois de meses de ataques recíprocos entre a cúpula do PT e a candidata. Ontem, o PCdoB de Fortaleza, do candidato derrotado Inácio Arruda, manifestou em nota seu apoio oficial à candidatura do PT.

"Estamos muito satisfeitos com o apoio. Sobretudo agora que pesquisas internas nos colocam à frente na disputa. A tendência é crescer ainda mais", comemorou João Alfredo.

O primeiro sinal de bandeira branca foi dado na última semana, quando a Executiva Nacional do PT, reunida com a candidata em São Paulo, escolheu três dirigentes do partido para acompanhar as eleições em Fortaleza: o segundo vice-presidente nacional, Romênio Pereira, o secretário-geral, Sílvio Pereira, e o secretário de Formação Política, Joaquim Soriano.

Embora ainda haja resistência do núcleo da campanha de Luizianne a nomes como o do presidente nacional do PT José Genoino e o do ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, a participação de Lula é considerada fundamental para o triunfo em Fortaleza.

Hoje, a candidatura da petista recebe mais um reforço. Pela manhã, desembarca no Ceará uma comitiva feminina composta por cinco parlamentares: as senadoras Serys Slhessarenko (PT-MT) e Patrícia Saboya (PPS-CE), e as deputadas Maria José Maninha (PT-DF), Iara Bernardi (PT-SP) e Luci Choinacki (PT-SC).

A idéia do partido é criar vários fatos políticos na cidade, dividindo os parlamentares em grupos temáticos que se revezarão até o segundo turno. Amanhã será a vez do grupo da Educação, liderado pelo deputado Chico Alencar (PT-RJ). Na próxima terça, parlamentares evangélicos reforçarão o palanque petista, à frente o deputado Walter Pinheiro (PT-BA). Está marcado um café da manhã com lideranças evangélicas da capital.

Luizianne foi boicotada pela cúpula do PT nacional desde que saiu como candidata por decisão do diretório municipal do partido, contrariando determinação do diretório nacional que havia decidido pelo apoio a Inácio Arruda (PC do B). Genoino chegou a classificar a candidatura de Luizianne de "aventureira", sugerindo para que desistisse no primeiro turno.

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19
VITIMA DA COVID 19
Vídeo: enfermeiro que receitava cloroquina se passando por médico morre de Covid-19
OS AMORES DO REI
Roberto Carlos teve três casamentos, paixões secretas e perdas em seus 80 anos
JUVENTUDE EM ALERTA
Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas
ATAQUE CANINO
Pit bull mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido
VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente