Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 15 de outubro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
JARDIM - MS

Prefeitura de Jardim é acusada de promover matança de cachorros de rua

24 Set 2013 - 07h26Por Campo Grande News

A prefeitura de Jardim, a 233 quilômetros de Campo Grande, é acusada de promover o sacrifício de cachorros de rua que estavam saudáveis e poderiam ser adotados. A matança foi realizada às pressas, para evitar que o procedimento fosse suspenso até que a necessidade do sacrifício fosse constatada.

Treze animais foram sacrificados na última quinta-feira (19). Conforme a Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil), a informação inicial era de que o sacrifício estava marcado para o dia 20, mas foi antecipado “como forma de camuflar a matança”.

A comissão afirma, ainda, que a Prefeitura da cidade e Vigilância Sanitária receberam um ofício do Ministério Público para suspender o procedimento, já que foi verificado que os cachorrinhos estavam em perfeitas condições para adoção.

“Não consumar o ato seria medida necessária diante do requerimento formal recebido do Ministério Público via denúncia”, comentou a vice-presidente da comissão da OAB, Rosangela Damiani. “A informação que recebemos é que não houve tempo hábil para suspensão. Eles tinham que suspender, fazer as averiguações antes de sacrificar. Houve total desrespeito e descaso cometidos pelo gestor público”, acrescenta a advogada, referindo-se ao posicionamento do prefeito Erney Barbosa (PDT), de autorizar a matança.

Nas redes sociais, moradores de Jardim tentaram intermediar adoção dos cachorros de rua antes que eles fossem sacrificados. A decisão da administração municipal foi divulgada com indignação, e imagens dos animais foram compartilhadas na esperança de que alguém se responsabilizasse pelos cachorros antes que eles fossem mortos.

Esse é o Brad um ex cachorro de rua de Jardim que adotamos, tem leishmaniose e está em tratamento, graças a Deus conseguimos mudar seu destino, Pq a essa hora seria mais um morto pela Adm. Mun., ele é a prova viva que o cão não é o vilão, e que a doença tem tratamento, não entreguem seu animal, não é obrigado a ser levado à morte, diga não ao massacre orquestrado pelo Prefeito de Jardim- MS”, disse um dos moradores no Facebook.

A reportagem tentou entrar em contato com Erney, mas nas diversas tentativas o prefeito não atendeu o celular.

 
Brad, um dos cachorros salvos da matança, depois de ser adotado (Foto: Reprodução/Facebook)Brad, um dos cachorros salvos da matança, depois de ser adotado (Foto: Reprodução/Facebook)

Deixe seu Comentário

Leia Também

ABANDONO
Filhotes morrem após serem abandonados por dona que ‘fugiu’ para não pagar aluguel
TRAGEDIA NA RODOVIA
Acidente entre carro e caminhão mata duas crianças e dois adultos no Paraguai
A CASA CAIU
Polícia prende seis tentando invadir agência de cooperativa de crédito
ACIDENTE FATAL
Motociclista sem capacete morre ao cair no asfalto
MAUS TRATOS
Cachorro é abandonado agonizando em via pública de Nova Andradina
FACÇÃO CRIMINOSA
Decapitada por Satã do PCC, jovem morreu por exigir respeito após roubo de chinelo
CALOTE
Candidato paga cabos eleitorais com cheques calote vira caso policial
CRIME A ESCLARECER NO MS
Gerente de fazenda é preso dois anos após matar peão ao descobrir traição no MS
PAIS FLAGRARAM O CRIME
Adolescente vai até apartamento buscar celular e é abusado sexualmente
DEODÁPOLIS - CASO DE POLÍCIA
DEODÁPOLIS: PM e PC prende autores de furto e receptação