Menu
SADER_FULL
segunda, 16 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
JARDIM - MS

Prefeitura de Jardim é acusada de promover matança de cachorros de rua

24 Set 2013 - 07h26Por Campo Grande News

A prefeitura de Jardim, a 233 quilômetros de Campo Grande, é acusada de promover o sacrifício de cachorros de rua que estavam saudáveis e poderiam ser adotados. A matança foi realizada às pressas, para evitar que o procedimento fosse suspenso até que a necessidade do sacrifício fosse constatada.

Treze animais foram sacrificados na última quinta-feira (19). Conforme a Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil), a informação inicial era de que o sacrifício estava marcado para o dia 20, mas foi antecipado “como forma de camuflar a matança”.

A comissão afirma, ainda, que a Prefeitura da cidade e Vigilância Sanitária receberam um ofício do Ministério Público para suspender o procedimento, já que foi verificado que os cachorrinhos estavam em perfeitas condições para adoção.

“Não consumar o ato seria medida necessária diante do requerimento formal recebido do Ministério Público via denúncia”, comentou a vice-presidente da comissão da OAB, Rosangela Damiani. “A informação que recebemos é que não houve tempo hábil para suspensão. Eles tinham que suspender, fazer as averiguações antes de sacrificar. Houve total desrespeito e descaso cometidos pelo gestor público”, acrescenta a advogada, referindo-se ao posicionamento do prefeito Erney Barbosa (PDT), de autorizar a matança.

Nas redes sociais, moradores de Jardim tentaram intermediar adoção dos cachorros de rua antes que eles fossem sacrificados. A decisão da administração municipal foi divulgada com indignação, e imagens dos animais foram compartilhadas na esperança de que alguém se responsabilizasse pelos cachorros antes que eles fossem mortos.

Esse é o Brad um ex cachorro de rua de Jardim que adotamos, tem leishmaniose e está em tratamento, graças a Deus conseguimos mudar seu destino, Pq a essa hora seria mais um morto pela Adm. Mun., ele é a prova viva que o cão não é o vilão, e que a doença tem tratamento, não entreguem seu animal, não é obrigado a ser levado à morte, diga não ao massacre orquestrado pelo Prefeito de Jardim- MS”, disse um dos moradores no Facebook.

A reportagem tentou entrar em contato com Erney, mas nas diversas tentativas o prefeito não atendeu o celular.

 
Brad, um dos cachorros salvos da matança, depois de ser adotado (Foto: Reprodução/Facebook)Brad, um dos cachorros salvos da matança, depois de ser adotado (Foto: Reprodução/Facebook)

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - AÇÃO DA FORÇA TÁTICA
Força Tática prende trio por trafico de drogas em Fátima do Sul
Força Tática
Força Tática prende homem com munições e revólver em Fátima do Sul
HOMICIDIO
Bebê morre de overdose após mamar
TRÁFICO
Polícia apreende cocaína avaliada em R$ 1 milhão em Dourados
Campo Grande
Jovem de 25 anos é morto com tiro no abdômen por ocupante de caminhonete
PISTOLAGEM
Troca de tiros deixa 3 pessoas feridas na fronteira
Dourados
Motociclista morre após “roletar” Monte Alegre e bater em dois carros
DOURADOS
Homem é assassinado na porta da própria casa
BATAYPORÃ
Incêndio de grandes proporções atinge canavial no município de Batayporã
JATEÍ - MORTE A ESCLARECER
Homem é morto a facadas na Gleba Nova Esperança em Jateí