Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 17 de setembro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
BONITO

Padrasto é preso acusado de estuprar duas enteadas menores no interior de MS

16 Out 2013 - 14h15Por Mídia Max

Um homem que não teve a identidade e nem mesmo a idade reveladas foi preso pela polícia civil de Bonito,e sob a acusação de ter molestado duas enteadas menores de idade, em diversas oportunidades.

De acordo com a apuração da polícia, os fatos aconteciam no interior da residência da família e em uma oportunidade em uma construção próximo ao prédio da Prefeitura Municipal. Foram constatados relações sexuais e atos libidinosos.

Casado há 13 anos com a mãe das garotas, o homem constantemente assediava as meninas. Em janeiro deste ano foi com uma delas até a Praça da Liberdade e ambos consumiram bebida alcoólica. No local estavam outras amigas da garota, menores de idade e que também estavam bebendo.

Ao falar que desejava usar um banheiro, o acusado indicou uma residência próxima que seria de um familiar. O acusado a acompanhou em determinado momento afirmou que desejava manter relações sexuais com a mesma. Diante da recusa retornaram à praça e continuaram a ingerir bebida alcoólica.

Como a garota passou mal em virtude do excesso de bebida, o acusado se prontificou a levá-la para casa e no caminho, na Rua das Flores, aproveitando que a vítima havia perdido os sentidos, praticou o estupro. No dia seguinte, o padrasto teria comunicado a vitima do acontecido.

Depois disso o assédio passou a ser constante, mas sempre a vitima recusava o contato físico.

Mesmo com a menor fugindo do padrasto, este ainda conseguiu passar a mão em suas pernas uma vez. Posteriormente, alegando querer conversar, o acusado trancou a vítima no quarto e, a força, manteve relações sexuais.

Após os fatos, a vítima procurou não ficar mais sozinhas com o acusado, passou a namorar um rapaz e engravidou. Suspeitando que o filho era o seu, o padrasto chegou a sugerir o aborto, que foi recusado.

A outra enteada denunciou que quando tinha 14 anos o padrasto a chamou para o quarto e ali se relacionaram sexualmente. A vítima afirma que frequentou psicólogos em razão do trauma que teve por estes fatos assim como menciona que deixou de residir com a mãe porque sempre que estava sozinha, o padrasto lhe procurava para nova ralação sexual.

Os fatos somente vieram à tona em razão da primeira vítima ter contado à diretora de sua escola que, por sua vez, noticiou os fatos ao Conselho Tutelar que encaminhou a vítima à delegacia para o registro da ocorrência policial. A segunda vítima foi submetida a exame de corpo de delito que foi juntado no inquérito e atesta que a vítima não é mais virgem.

Foi solicitada a prisão preventiva do acusado, a qual foi deferida pelo Poder Judiciário e, com isso o padrasto foi preso e encontra-se recolhido em uma das celas da Delegacia de Polícia Civil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS - CPF CANCELADO
Ladrões feridos em assalto a loja de locação morrem no Hospital da Vida em Dourados
CASO DE POLÍCIA
Casal é preso suspeito de espancar até morte bebê de 1 ano e 7 meses em MS
ALTOS HONORÁRIOS
Advogados cobram R$ 4,4 milhões de Viúva da Mega-Sena em honorários na Justiça
TRAGEDIA
Pai tenta salvar filho em incêndio, mas os dois morrem
DOENÇA DO SÉCULO
Bope age rápido e impede suicídio em Campo Grande
JATEI - ASSALTO A RESIDÊNCIA
Em Jateí, homens armados invadem residência, amarram vítimas e levam Hilux e outros pertences.
INCENDIO
Em Glória de Dourados, veículo é encontrado incendiado na Zona Rural do município.
JATEI - CARRETA DA JUSTIÇA
Emissão de Carteira de Identidade da Carreta da Justiça supera expectativas em Jatei
SEQUESTRO
Pai pede pra abraçar filha e sequestra bebê em Sidrolândia
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governo Federal garante a Reinaldo Azambuja aeronaves e recursos para combater queimadas