Menu
SADER_FULL
domingo, 27 de maio de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
Sidrolândia

Ex-funcionário invade fazenda rende adolescente de 12 anos e a ameaça com faca

Autor fugiu em meio a uma mata

10 Nov 2016 - 08h42Por Mídia Max

Uma adolescente, de 12 anos, e sua mãe passaram por momento de terror nesta quarta-feira (9), ao serem rendidas por um ladrão, na Fazenda Nova Esperança, em Sidrolândia.

De acordo com o site Sidrolândia News, um homem encapuzado teria invadido a fazenda e feito a adolescente, de 12 anos, de refém colocando uma faca em seu pescoço. Desesperada, a mulher pediu para que o autor largasse sua filha.

Momento em que a mulher reconheceu o autor como sendo um ex-funcionário da fazenda. Ela pediu para que o homem não machucasse sua filha. Ele exigiu que ela lhe desse dinheiro para comprar uma passagem, foi quando a vítima deu ao homem R$ 10.

Antes de fugir em meio a uma mata, ele teria dito que se o marido da mulher estivesse no local “iam acertar as contas”.  A polícia foi acionada, mas não conseguiu localizar o autor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GLÓRIA DE DOURADOS - VÍDEO DE ASSASSINATO
IMAGENS FORTES: Câmera de segurança flagra momento em que rapaz é esfaqueado em Glória de Dourados
GLÓRIA DE DOURADOS - ASSASSINATO
Glória de Dourados: Com faca cravada nas costas, perícia constatou mais 5 perfurações pelo corpo
GLÓRIA DE DOURADOS - ACIDENTE NO CENTRO
Motociclista fica ferido após colidir em vidraça de loja em Glória de Dourados
PARANHOS
Indígena é executado a tiros em plena luz do dia e polícia investiga
GLÓRIA DE DOURADOS - MORTE A ESCLARECER
Homem é morto a 'facada' enquanto mexia em máquina de música em bar em Glória de Dourados
FACÇÃO CRIMINOSA
Corpo de homem desaparecido é encontrado degolado em milharal
PERDEU O CONTROLE DA DIREÇÃO
Carro pega fogo na avenida
CACHAÇA
Condutor embriagado é preso após causar acidente na BR-267 em Bataguassu
AGORA - DECISÃO DO PRESIDENTE
#AGORA: Temer aciona Exército 'forças federais' para desbloquear estradas
VANDALISMO NÃO!
Caminhão é incendiado por manifestantes durante protesto contra aumento de combustível