SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 16 de Janeiro de 2018
SADER_FULL
RIO_DOURADOS
24 de Setembro de 2013 16h37

Velho plano de Ronaldo, motim de jogadores tem 2 líderes e alguns alvos

Terra

Já são 75 adesões, mas no começo da discussão há cerca de dois meses eram só Alex e Paulo André.

Eles são os idealizadores do Bom Senso F.C., união de jogadores que se espalhou por 18 clubes da Série A, mais alguns da Série B e atraiu até convocáveis da Seleção Brasileira. Jogador mais próximo de Ronaldo nos tempos de Corinthians, Paulo André e ele conversavam sobre uma iniciativa própria. Algo que rompesse com o Sindicato dos Atletas Profissionais e que peitasse a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para quebrar códigos estabelecidos no futebol brasileiro.

Com assessoria de imprensa, consultoria jurídica e agora até Twitter e Facebook, o Bom Senso F.C. definirá os passos seguintes na próxima segunda, em São Paulo. Serão convocados todos os 75 jogadores que assinam o manifesto divulgado nesta manhã. No encontro, serão eleitos os representantes formais do grupo para ir até a CBF.

Divulgado pela entidade na última semana, o inchado calendário para 2014 agilizou os planos do Bom Senso F.C. Além de reduzir o número de partidas, os atletas querem 30 dias ininterruptos de férias e direito a pré-temporada - são só quatro dias entre a volta das férias e o primeiro jogo em janeiro do próximo ano. Outro item possível a se tratar é sobre a qualidade dos gramados.

Em consultoria realizada junto a especialista na área de direito esportivo, os jogadores foram informados sobre a possibilidade legal de exigir 30 dias de férias. Por outro lado, ouviram que a "guerra" da pré-temporada é difícil de ser vencida via legislação. Os líderes do grupo, então, providenciam estudos fisiológicos que comprovem a necessidade do período de preparação.

Alex se juntou a Paulo André para liderar movimento dos jogadores do futebol brasileiro Foto: Mauro Pimentel / Terra Alex se juntou a Paulo André para liderar movimento dos jogadores do futebol brasileiro Foto: Mauro Pimentel / Terra

Apesar do barulho, com base no Estatuto do Torcedor, também há poucas esperanças sobre uma mudança de curto prazo no calendário. A expectativa é de que apenas em 2015 os jogadores possam ter, de fato, as reivindicações atendidas.

"A maioria dos líderes já passou dos 30 anos. Eles estão cientes de que essa guerra nem é para eles", disse um dos consultores, que pediu para não ser identificado.

Alguns acontecimentos deste ano podem dar força aos jogadores. Campeão da última Copa Libertadores e favorito ao título do Campeonato Brasileiro respectivamente, Atlético-MG e Cruzeiro jogaram o Estadual mais curto do País. O Atlético-PR, que destacou o time Sub-23 para jogar o Paranaense, sobra fisicamente na Série A e surpreende na quarta posição. Ainda assim, joga no pior campo da competição (Vila Capanema): logo, é o time que mais erra passes.

A qualidade dos gramados estava entre os itens que mais irritava a Ronaldo nos tempos de jogador. Apesar de ter iniciado as discussões com Paulo André, ele se afastou diretamente dos jogadores desde que se tornou membro do Comitê Organizador da Copa.

O Bom Senso F.C. também não deve contar com o apoio de presidentes de clubes nas discussões sobre calendário. O assunto envolve diretamente os interesses da Rede Globo, principal investidor do futebol brasileiro entre os veículos de comunicação.

O Terra tentou contato com Virgílio Elísio, diretor de competições da CBF, mas não teve sucesso nas ligações.

Comentários
Veja Também
ÓTICA_DOURADOS
FORTALEZA
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
Últimas Notícias
  
LISTINHA_ONLINE
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.