Menu
SADER_FULL
quinta, 18 de abril de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Esporte

Produtor nega calote e diz que pagou R$ 1,2 milhão por jogo do Flamengo

28 Out 2013 - 13h55

A Xaxá Produções, que promoveu o jogo da Portuguesa e Flamengo no Estádio Castelão, negou o calote de R$ 810,9 mil em empresários, federações e nos dois clubes. Segundo um dos sócios da produtora, Fabiano Ribeiro Rodrigues, o Xaxá, já foram pagos R$ 1,2 milhão para a realização da partida, ontem à tarde, que teve 21 mil pagantes.

Ele só admite que não pagou uma taxa de 7% sobre a bilheteria, que foi cobrado pelo Governo do Ceará, administrador do estádio, mas que será questionada na Justiça. Xaxá alega que o grupo já pagou R$ 70 mil pelo aluguel da arena esportiva. “O Governo não pode cobrar duas vezes”, alegou o empresário sul-mato-grossense.

Xaxá e o sócio, Rodrigo Insfran, continuam em Fortaleza e prometem acionar na Justiça o blogueiro Juca Kfouri e o Lance.net, que divulgaram o suposto calote. 

O representante da produtora garante que tem comprovantes dos pagamentos de R$ 600 mil a Portuguesa, de R$ 52 mil em 37 passagens aéreas, R$ 22 mil em três diárias do hotel, R$ 45 mil para a Federação de Futebol do Ceará, R$ 45 mil para a Federação Paulista de Futebol, R$ 70 mil pelo aluguel do estádio e R$ 24 mil para a segurança.

Empresário – Ele também rebateu a denúncia do empresário Marcos Yule, que alega ter levado um calote de R$ 230 mil. Segundo Xaxá, ele entrou de sócio da dupla para a realização do jogo no Estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, em Campo Grande.

Yule depositou R$ 200 mil para a realização da partida, que foi cancelada após a pressão da TV Globo e da Federação Paulista. Xaxá garante que depositou R$ 100 mil parar o empresário e outros R$ 100 mil ele pegou na bilheteria.

No entanto, Yule, conforme Xaxá, queria receber R$ 23 mil que equivale aos gastos com mídia e propaganda. No entanto, Rodrigues e Insfran alegam que também tiveram prejuízos com o cancelamento da partida na Capital, como a emissão de ingressos. Neste caso, na avaliação, o empresário teve prejuízos por investir em um negócio que não prosperou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
BONITO - MS - DICAS AGÊNCIA ECO TOUR
Conheça 10 motivos para passar suas férias em Bonito MS!
COPA DO BRASIL
Melhores momentos da vitória de 2x0 do Santos sobre o Vasco
ATENÇÃO PESCADORES DO MS
Atenção pescadores, a legislação de pesca em Mato Grosso do Sul mudou, baixe a nova cartilha aqui
R$ 52 MILHÕES nesta quarta (17)
Mega-Sena acumulada pode pagar R$ 52 MILHÕES nesta quarta (17)
VICENTINA - ALMOÇO NO FERIADO
Almoço terá 'bacalhau' nesta sexta-feira da 'paixão' no Pesqueiro 7 Bello em Vicentina
COPA DO BRASIL
Santos quer aproveitar instabilidade e cansaço do Vasco para abrir vantagem
VICENTINA - COPA REGIONAL
1ª Copa Regional de Futebol MENINA FM 87.9 terá início dia 28 de abril em Vicentina
FATIMA DO SUL EM DESTAQUE
Fatimassulense conquista 3º Lugar na 2ª etapa estadual de MTB e 13º na Geral
VICENTINA - "PENEIRADA" DO GRÊMIO
Confira a lista dos atletas aprovados em avaliação técnica do Grêmio realizada em Vicentina