Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 20 de novembro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
MULTA SALGADA

PROCON-MS multa Anhanguera em R$ 821 mil por não respeitar consumidores

PROCON-MS multa Anhanguera em R$ 821 mil por não respeitar consumidores

10 Set 2019 - 20h51Por Onça Pintada

Se você já passou raiva na Uniderp/Anhanguera pode comemorar. É a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, multou a universidade em nada menos que R$ 821.383,50 por infringir vários artigos e incisos do Código de Defesa do Consumidor.

A faculdade particular de Campo Grande foi alvo de 130 processos que, somente este ano, lhe renderam multas no valor de 28 550 UFERMS.

Segundo o PROCON, algumas infrações vêm de anos anteriores e depois de passarem por análises e avaliações do Departamento Jurídico do Procon Estadual, culminou na fixação de valores a serem recolhidos pela unidade de ensino superior que, em reais atinge o montante de em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor.
“Vale ressaltar que outros processos ainda continuam em análise o que leva a crer que o valor das multas poderá, ainda, ser ampliado. Entre as infrações constatadas foram apontados erros como ausência de prestação adequada, oportuna e devida de informações claras e precisas quando solicitadas por consumidores (normalmente estudantes da entidade de ensino), cobrança indevida, inserção indevida de nomes de consumidores em órgãos de restrição de crédito, obtenção de vantagens manifestamente excessiva em relação a consumidores, falta de eficiência da empresa, ferimento da boa fé nas relações de consumo e, ainda, vício de qualidade nos serviços prestados”, apontou o superintendente Marcelo Salomão.

As multas arbitradas têm valores diferenciados de acordo com o tipo de infração. No caso da ausência de prestação de informações, por exemplo, o valor é de 100 UFERMS enquanto em relação à obtenção de vantagem indevida, esse montante chega a 550 unidades fiscais. Ressalte-se que, também nesses casos, a atuação do Procon Estadual se dá em razão de denúncias formalizadas por consumidores que se sentiram lesados nos seus direitos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÃO NA ESCOLA
Professoras Margareth e Rosangela se candidatam a direção da Escola Favo de Mel de Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - FOTOS
Confira as FOTOS da Mostra de Interação Cultural do Reino do Saber em Fátima do Sul
GAROTO PRODÍGIO
Garoto de 8 anos recebe diploma de engenharia
DEODÁPOLIS - MPMS - EDUCAÇÃO
MPMS instaura Procedimentos Administrativos para acompanhar obras nas Escolas de Deodápolis
UNIGRAN DOURADOS
Programação especial comemorou os 20 anos do curso de Psicologia da UNIGRAN
DOURADOS - SAINDO DE BAILÃO
Professora de 84 anos é presa em flagrante dirigindo bêbada após bailão em Dourados
SONHO REALIZADO
Índio terena volta à aldeia com diploma de doutor e dedica conquista à mãe
FATIMA DO SUL - REINO DO SABER
Alunos do Reino do Saber de Fátima do Sul emocionam na Mostra de Interação Cultural
FORÇA DE VONTADE
Mulher proibida de estudar pelo ex-marido faz Enem e retoma sonho
CONCURSO PUBLICO
UEMS abre vagas para professores em Cassilândia e Dourados