Menu
SADER_FULL
domingo, 19 de maio de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
100 GREVE

Governo fecha acordo com caminhoneiros e evita paralisação

Entidades irão fiscalizar e denunciar empresas que não cumprirem tabela do frete

23 Abr 2019 - 07h25Por Poder 360

Depois de 4 horas de reunião com representantes de caminhoneiros em que sinalizou com o repasse dos aumentos do diesel à tabela do frete, o governo conseguiu a garantia de que não haverá paralisação na próxima 2ª feira (29.abr.2019).

Na reunião com o presidente da CNTA (Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos), Diumar Bueno, e outros líderes da categoria, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, comprometeu-se com a seguinte agenda:

  • multas – estudar a eliminação de multas desnecessárias aos caminhoneiros;
  • diesel – transferência do custo do diesel para a tabela do frete;
  • fiscalização – fiscalização “efetiva” quanto ao cumprimento da tabela do frete.
  • caminhoneiros fiscalizam – assinatura de 1 termo de compromisso com as entidades representantes da categoria para tornar mais efetiva a fiscalização.

Esses pontos serão detalhados ao longo da semana, informou o ministério. Não está claro, por exemplo, se a tabela do frete será corrigida de imediato, antes mesmo de os aumentos do diesel acumularem 10%.

lei diz que a tabela do frete é reajustada todo mês de janeiro e julho e, extraordinariamente, quando o preço do diesel acumula variação superior a 10% para cima ou para baixo.

Na semana passada, a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) informou ao Poder360 que os aumentos ainda não haviam atingido esse nível. Mas é possível que o gatilho seja disparado ainda esta semana, quando a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) atualizar a tabela de preços de referência.

Não vamos parar”, confirmou o caminhoneiro Wanderlei Alves, o Dedeco, que vinha mobilizando a paralisação para a próxima semana. Ele foi recebido em audiência.

No vídeo em que aparece ao lado de Bueno e Tarcísio, Dedeco ressalta que a fiscalização quanto ao cumprimento da tabela será reforçado por um acordo celebrado entre o governo e as entidades representativas dos caminhoneiros. Eles poderão formalizar denúncias contra casos de descumprimento da tabela, para a ANTT tomar as providências.

A fiscalização deficiente é a principal queixa dos caminhoneiros desde o encerramento da greve de 2018. Eles dizem que a tabela do frete, uma conquista histórica da categoria, não tem surtido efeito porque as empresas não cumprem os pisos mínimos e ameaçam deixar de contratar os autônomos que se recusarem a trabalhar abaixo da tabela.

Acendeu uma luz maior que já tínhamos apostado nesse governo, com relação à solução do piso mínimo do frete”, comemorou Diumar ao final da reunião.

Ao chegar, Diumar e os líderes que o acompanhavam se queixaram do fato de o governo haver dialogado com pessoas que, a seu ver, não representam a categoria. Há entre os caminhoneiros uma disputa aberta pela liderança do movimento. Por causa dessa divisão, a paralisação do dia 29 tinha poucas chances de atingir grandes proporções.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA AOS POSTOS DE COMBUSTÍVEIS
Em MS, Preço do etanol acompanha alta da gasolina e entra na mira do MP
VICENTINA - SHOW CONFIRMADO
Confirmado, Maiara e Maraisa é uma das atrações dos festejos do aniversário de Vicentina
BONITO - MS - DICAS AGÊNCIA ECO TOUR
Saiba mais sobre alguns dos melhores atrativos de Bonito (MS)!
100 GRANA
Sem crédito, pagamento do Bolsa Família para em setembro, diz Guedes
HOSPITAL DE CAARAPÓ
Hospital recebe doação de R$ 70 mil em equipamentos através da Vara do Trabalho de Fátima do Sul
UNIGRAN - DOURADOS - VESTIBULAR DE INVERNO
Vestibular de Inverno na UNIGRAN para Publicidade e Propaganda com inscrições abertas em Dourados
CONTRA REFORMA PREVIDÊNCIA
Categorias aderem a mobilização nacional
GREVE NA EDUCAÇÃO
Após cortes na educação, governo Bolsonaro enfrenta hoje 1ª greve nacional
FÁTIMA DO SUL - MERCADO JULIFRAN
Ofertas da 'Quarta Verde' e as ofertas que vão até sábado no Mercado Julifran em FÁTIMA DO SUL
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Reinaldo se reúne com diretor da Itaipu para discutir construção de ponte