Menu
SADER_FULL
segunda, 28 de maio de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Assentamento Teijin II

Homem encontrado assassinado no Assentamento Teijin pode ter sido vítima de latrocínio, diz polícia

Caso é tratado, a princípio, como homicídio, mas as autoridades policiais não descartam a hipótese de que o autor tenha assassinado a vítima para roubar alguns pertences

29 Ago 2017 - 12h44Por Nova News

Como já vem sendo acompanhado pelo Nova News, um homem de 85 anos, identificado como Armando Félix de Sá, residente no lote 12 do Assentamento Teijin, denominado Estância Félix, em Nova Andradina, foi encontrado morto por volta das 15h desta segunda-feira (28). Segundo a ocorrência policial 2985, o caso, a princípio pode se tratar de latrocínio, a residência da vítima estava toda revirada e com sinais de luta.

Conforme o registro, compareceu na Delegacia de Polícia de Nova Andradina a senhora Maria Aparecida Félix de Sá, que é servidora da Câmara Municipal de Nova Andradina e filha da vítima, relatando que havia recebido uma ligação telefônica de uma mulher, que presta serviços de limpeza ao seu pai, relatando que encontrou o idoso morto, com sinais de violência, dentro do imóvel.

A vítima estava caída no chão da cozinha, com uma faca cravada em seu pescoço. O local estava em desordem, pois havia um pão caseiro sobre o sofá, uma faca de serra quebrada e suja de sangue no chão da sala, vários objetos revirados, o fogão estava fora de lugar e a carteira de Armando Félix estava aberta sobre uma mesa.

No local havia sinais de luta, dando a entender que a vítima tentou se defender do ataque. Segundo a mulher que trabalhava no local, foi constatado o sumiço de uma rede que ficava na varanda da casa. Ela disse para a polícia que, há alguns dias, Armando havia relatado que um homem que mora e trabalha no sítio vizinho havia ido até a Estância Félix, onde pediu comida e dinheiro, episódio que deverá ser apurado pela Polícia Civil.

O Nova News conversou com a delegada Daniella de Oliveira Nunes Leite, que atendeu a ocorrência. Ela não descartou a linha de investigação como latrocínio, que é o roubo acompanhado de morte. 

“Aparentemente, a pessoa que praticou o homicídio o fez com a intenção de roubar alguns pertences da vítima. A casa revirada pode indicar isso”, disse ela, ao comentar que ainda não é possível apurar se, de fato, objetos ou valores foram subtraídos. A delegada disse ainda que a suspeita recai, a princípio, sobre pessoas, de certa forma, conhecidas da vítima. “Não havia sinal de arrombamento na casa, o que leva a crer que Armando atendeu o autor, que pode ser uma pessoa conhecida ou alguém que chegou ao local para pedir algo”, explicou a autoridade policial.

O caso que foi atendido pela Polícia Militar, Polícia Civil e Núcleo de Perícias, segue sob apuração da Seção de Investigações Gerais (SIG) da 1º Delegacia de Polícia de Nova Andradina.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

GREVE DOS CAMINHONEIROS
Reinaldo anuncia redução na pauta fiscal do diesel a partir de 1º de junho
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governo do Estada leva mais de R$ 11 milhões de obras para três municípios de MS
Dourados
Indígenas iniciam manifesto em rodovia entre Dourados e Itaporã em apoio aos caminhoneiros
AGORA - DECISÃO DO PRESIDENTE
#AGORA: Temer aciona Exército 'forças federais' para desbloquear estradas
CAMINHONEIROS MANTÉM BLOQUEIOS
Mesmo após acordo, caminhoneiros se mobilizam pelo 5º dia em vários estados
GREVE DOS CAMINHONEIROS
'Governo Federal está jogando para os estados problema da greve dos caminhoneiros', diz Reinaldo
AÇÕES DEPUTADO EDUARDO ROCHA
Eduardo Rocha apresenta Moção de Congratulação à promotor de Justiça de Três Lagoas
GOVERNO INVESTINDO EM ASFALTO
Governo assina contrato de R$ 4,4 milhões para pavimentação de ruas de Jardim
PROJETO BARBOSINHA
Festa do pé de soja solteiro de Laguna Carapã pode entrar para Calendário Cultural oficial do Estado
AÇÕES DO DEPUTADO ONEVAN
Idealizado e inaugurado por Onevan, deputado participa de atividades da Guarda Mirim de Naviraí