Menu
SADER_FULL
segunda, 23 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
justiça

Confirmada prisão de ginecologista condenado por abuso sexual contra pacientes

7 Out 2013 - 11h06Por STJ

A ministra Regina Helena Costa, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou recurso a um médico ginecologista de Taubaté (SP), condenado à pena de 19 anos e dez meses de prisão, em regime fechado, sob acusação de ter abusado sexualmente de pacientes.

Segundo denúncias, o ginecologista, com pretexto de verificar o correto uso de dispositivo intrauterino (DIU), teria praticado ato incompatível com o procedimento contra cinco mulheres, simulando relação sexual.

A defesa pretendia anular a prisão preventiva do médico. Mas a ministra Regina Helena Costa analisou que, ao menos em princípio, a prisão do ginecologista está bem fundamentada. Segundo ela, não foi verificada flagrante ilegalidade na decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo.

O mérito do habeas corpus ainda será julgado pela Quinta Turma do STJ.

O nome dos envolvidos não é divulgado por causa do sigilo judicial.

Leia Também

A CASA CAIU DE NOVO
Mulher da quadrilha que explodia caixas eletrônicos é funcionária da Assembleia
OPERAÇÃO POLICIA FEDERAL
Prisões de Puccineli e filho são destaques em jornais nacionais
OPORTUNIDADES DE EMPREGOS
Prefeitura no MS abre nesta segunda as inscrições de seleção com 96 vagas
OSTENTAÇÃO
Cavalo que vale mais que uma Ferrari é destaque em exposição
ANGÉLICA - ACIDENTE
ANGÉLICA: Motociclista fica ferido após colidir em vaca
CAMPO BELO RESORT - PROMOÇÃO
Campo Belo Resort com promoção especial de 22 a 31 de julho, CONFIRA
Fátima do Sul, Jateí e Vicentina
Fátima, Vicentina e Jateí: Editais com nomes dos mesários encontram-se disponíveis para consulta
TRÊS LAGOAS
Polícia identifica adolescente morto em acidente na BR-262
ACIDENTES NAS ESTRADAS
Acidente grave: nove caminhões e um morto na BR-376
SEGURANÇA NAS FRONTEIRAS
Mato Grosso do Sul banca praticamente sozinho segurança nas fronteiras