Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 24 de abril de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
STJ

Comerciante presa por causa de máquina caça-níquel deve responder por contrabando

28 Out 2013 - 15h57Por STJ

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) entendeu não ser possível à absolvição de uma comerciante do Espírito Santo, acusada de contrabando de máquinas caça-níqueis.

De acordo com o processo, a comerciante foi denunciada porque mantinha duas máquinas caça-níqueis em sua propriedade. O Ministério Público Federal (MPF) moveu recurso no STJ contra decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), que manteve a sentença que livrou a comerciante do crime de contrabando.

No STJ, o relator, ministro Og Fernandes, interpretou que, nesse caso, não é possível concluir que a acusada não tinha conhecimento que os componentes eletrônicos das máquinas eram contrabandeados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

APOIO DO GOVERNO DO MS
Com apoio do Governo do MS, Fábrica de MDF vai gerar 100 novos empregos diretos em Água Clara
CAMPO BELO RESORT - PACOTE DIA DAS MÃES
Campo Belo Resort com pacote especial para Dia das Mães, confira e faça sua reserva
NOVAS ELEIÇÕES EM CIDADE DO MS
TRE cassa mandato de prefeita e novas eleições devem ser marcadas em cidade do MS
CRÔNICA DA SEMANA
CRÔNICA DA SEMANA: 'Precisamos redescobrir o Brasil', por Luciano Gazola
ROSE MODESTO E A REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Rose Modesto vai propor mudanças em PEC da reforma, veja os pontos que ela defende
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Reinaldo cumpre compromisso e leva asfalto aos distritos de Jaraguari, moradores agradecem
FRENTE FRIA CHEGANDO
Frente fria passa pelo Estado e temperaturas caem nesta segunda
ACIDENTE FATAL NO MS
Casal sidrolandense morre em acidente de moto próximo a Ponta Porã
VEREADORES CASSADOS EM MS
Câmara de vereadores conclui cassação de 7 vereadores em cidade do MS
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil