Menu
SADER_FULL
quinta, 24 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Wagner Cordeiro Chagas escreve sobre “Lei da Ficha Limpa”

19 Jul 2010 - 16h30

LEI DA FICHA LIMPA: UMA VITÓRIA DA PARTICIPAÇÃO POPULAR

 

Wagner Cordeiro Chagas

A Lei Complementar nº 135 de 4 de junho de 2010, conhecida como Lei Ficha da Limpa, representa um importantíssimo avanço na história política brasileira. Com ela fica inviável, já a partir deste, a candidatura de políticos condenados pela Justiça.

 

 

Esta lei teve sua gênese a partir de abril de 2008, mediante um Projeto de Lei de Iniciativa Popular - uma garantia da Constituição Federal vigente, que permite aos cidadãos brasileiros formular uma proposta e apresentá-lo ao Congresso Nacional para que este possa ser aprovado ou rejeitado, desde que haja, por meio de abaixo assinado, a adesão de 1% da população do país - idealizado pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE).

 

 

 Em pouco mais de um ano, auxiliado pelas propagandas de rádio, TV e internet, a referida campanha recolheu cerca de 1,3 milhões de assinaturas em todo país. No segundo semestre de 2009, os representantes do movimento entregaram-nas ao Congresso. O parlamento, por sua vez, apenas cumpriu com seu papel constitucional de transformá-lo em lei e encaminhá-lo a sanção do presidente da República.

 

 

Para o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Ubiratan Aguiar, a Ficha Limpa tem importância equivalente a da Lei de Responsabilidade Fiscal, aprovada em 2000, e que colocou ordem nos gastos desordenados de dinheiro público por parte dos chefes do executivo federal, estadual e municipal.

 

 

Além disso, observa-se que a nova lei demonstrou que boa parcela da população deste país não está acomodada e clama por mudanças na condução da coisa pública. A participação popular mostrou-se significativa na discussão da Ficha Limpa. Não é de hoje que o povo se manifesta e logra êxito em seus embates. A história de nossa nação nos mostra vários exemplos, um deles foi a campanha das Diretas Já, manifestação política que marcou o Brasil no período final da ditadura militar entre os anos de 1983 e 1984 e que objetivava a volta das eleições democráticas para a Presidência da República. Em outros casos, como o de algumas nações européias em tempos remotos, governadas por reis tiranos, os regimes absolutistas ruíram devido à pressão popular.

 

 

Ao analisarmos os dias de jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo FIFA de 2010 percebemos como a nação parou para torcer. A força do povo era tão grande, que por algumas horas, ou o dia todo, fechou-se o comércio, suspenderam-se aulas e assim por diante. Imaginem se usássemos essa força para reivindicarmos mudanças de hábitos de nossos representantes políticos, como maior agilidade dos mesmos na aprovação de projetos extremamente necessários, como a reforma política.

 

 

A Ficha Limpa é uma demonstração concreta de que o povo brasileiro sabe lutar pelos seus direitos. Entretanto, falta muito a ser feito, já que a participação popular nas discussões políticas ainda é muito tímida. Participar da vida política do país não significa somente ir às urnas e exercer o nobre direito do voto.  Estar por dentro de debates, reuniões, acompanhar o mandato dos representantes, opinar sobre determinada situação, cumprir os deveres e lutar pelos direitos garantidos, são práticas que devem ser adotadas por todos nós para que  possamos viver a verdadeira cidadania.

 

  

 


Professor de História em Fátima do Sul-MS, licenciado pela UFGD e fatimassulense da gema. E-mail: wc-chagas@hotmail.com

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes