Menu
SADER_FULL
sexta, 18 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Uso medicinal de ervas tem 'benefícios reais', diz estudo

30 Set 2004 - 08h04
Testes científicos comprovaram que o uso medicinal de ervas tem "benefícios reais".

Pesquisadores da universidade King's College, de Londres, disseram que tratamentos com medicina alternativa, feitos ao redor do mundo, têm propriedades que podem ajudar a combater doenças como diabetes e câncer.

Os remédios incluem, por exemplo, a folha da qual se faz o curry, um tempero da Índia, usada tradicionalmente para tratar diabetes.

No entanto, especialistas em medicina complementar afirmaram que testes clínicos completos ainda precisam ser realizados para confirmar os benefícios dos tratamentos alternativos.

Os pesquisadores examinaram tratamentos para diabetes da Índia, remédios contra ferimentos usados em Gana e tratamentos de câncer usados na China e na Tailândia.

Eles sugerem que a descoberta ajudará a população local a identificar quais as plantas devem ser recomendadas e pode levar ao estudo de possíveis novos compostos farmacêuticos.

Ferimentos

Os cientistas observaram que extratos da folha de curry, chamada Murraya koenigii, restringiram a ação de uma enzima digestiva, a enzima alfa-amilase, que está envolvida na quebra do amido em glicose.

Um paciente com diabetes não produz insulina suficiente para lidar com o rápido aumento de níveis de glicose no sangue. Reduzindo a taxa de quebra do amido, ao bloquear tal enzima, pode-se diminuir a incidência de glicose no sangue a partir do intestino.

Os pesquisadores estão procurando, agora, qual composto da folha de curry tem esse efeito.

Uma vez que for identificado, eles dizem, seria possível desenvolver remédios antidiabetes.

A equipe da King's College, junto com especialistas da Universidade Kwame Nkrumah, de Gana, também analisou plantas utilizadas pelo grupo étnico Ashanti.

Eles entrevistaram curandeiros locais para identificar as plantas que eram usadas para o tratamento de feridas e depois fizeram testes para ver se havia alguma justificativa científica.

Eles concluíram que o extrato da Commelina diffusa (trapoeraba) tinha atividades antibactericida e antifungicida, o que poderia ajudar a curar feridas e evitar infecções.

Câncer

No terceiro estudo, os cientistas analisaram plantas provenientes da China e da Tailândia usadas para o tratamento de câncer.

Testes em laboratório foram realizados para observar a efetividade dessas ervas na inibição do crescimento das células cancerígenas.

Eles viram uma "atividade promissora" contra as células de câncer no pulmão, especialmente com a planta Ammania baccifera, da Tailândia, e a Illicium verum, da China.

Edzard Ernst, professor de medicina complementar da Escola de Medicina da Península, em Exeter, disse que o estudo não é uma surpresa, mas acrescentou: "Esse tipo de estudo é o primeiro passo de uma linha de pesquisa e, ao final dessa linha, é necessário ter uma boa prova clínica de que isso funciona".
 
 
 
BBC Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras
GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'