Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 16 de outubro de 2018
SADER_FULL
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Três delegados de MS estão presos na Academia de Polícia Civil

27 Abr 2007 - 16h24
Três delegados da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul estão presos na Academia de Polícia Civil. Marcelo Vargas, Otávio Hernandes e Edmundo Pereira Calado tiveram a prisão expedida pelo juiz Alexandre Antunes por conta de investigações do MPE (Ministério Público Estadual), através do Unicoc (Unidade Integrada de Combate ao Crime Organizado). Seria um caso de peculato (se aproveitar da função pública para benefício próprio).

A DGPC (Diretoria Geral de Polícia Civil), via assessoria de comunicação, informou que os três se apresentaram quando tomaram conhecimento do mandado de prisão temporária e foram mantidos na Academia de Polícia Civil, no Parque dos Poderes, prédio vizinho à diretoria.

Os três já foram delegados titulares da Deops (Delegacia de Ordem Política e Social) e são investigados pela suspeita de desvio de dinheiro de taxas pagas na delegacia, que deveria ter sido destinado em favor governo do Estado. Marcelo Vargas é presidente da Adepol (Associação dos Delegados de Polícia do Estado).

As investigações contra os delegados tiveram início no final do ano passado, após denúncia de que uma arma furtada teria sido regularizada na Deops. Vários documentos foram apreendidos no local. As investigações começaram em segredo de Justiça. Depois os acusados conseguiram ter acesso ao processo e até paralisar a investigação através de decisão judicial, depois reformada.

O advogado da Adepol, André Borges Neto, esteve esta tarde no Judiciário para obter os mandados e conhecer a argumentação que fundamentou a decisão. Ele se declarou surpreso com as prisões, argumentando que nenhum dos delegados têm antecedentes criminais e eles estavam colaborando com as investigações.

Borges se reuniria com os três delegados na Academia de Polícia para em seguida buscar providências para tentar revogar as prisões. Ele disse que o primeiro caminho seria pedir ao juiz que reconsiderasse a decisão.

 
Dourados Informa

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBOPE PARA PRESIDENTE
Ibope para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%
ASSASSINATO
Rapaz agride avós de adolescente que não quis namorar com ele; avó morreu
TRAGEDIA NA RODOVIA
Carro ocupado por sete pessoas se envolve em acidente; cinco morreram
REVOLTANTE
Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar irmão em presídio
ACIDENTE FATAL
Douradense morre em acidente no RS
REALITY SHOW
A Fazenda 10: Ana Paula é eliminada e se manifesta contra Bolsonaro
FACÇÃO CRIMINOSA
Decapitada por Satã do PCC, jovem morreu por exigir respeito após roubo de chinelo
REVISTA VEJA
Pesquisa: Bolsonaro tem 54% dos votos válidos; Haddad, 46%
A FAZENDA
Fazendeiro Evandro Santo gera nova punição
COPA DO BRASIL
Corinthians promete maior prêmio de sua história por título