Menu
SADER_FULL
sexta, 21 de fevereiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Três delegados de MS estão presos na Academia de Polícia Civil

27 Abr 2007 - 16h24
Três delegados da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul estão presos na Academia de Polícia Civil. Marcelo Vargas, Otávio Hernandes e Edmundo Pereira Calado tiveram a prisão expedida pelo juiz Alexandre Antunes por conta de investigações do MPE (Ministério Público Estadual), através do Unicoc (Unidade Integrada de Combate ao Crime Organizado). Seria um caso de peculato (se aproveitar da função pública para benefício próprio).

A DGPC (Diretoria Geral de Polícia Civil), via assessoria de comunicação, informou que os três se apresentaram quando tomaram conhecimento do mandado de prisão temporária e foram mantidos na Academia de Polícia Civil, no Parque dos Poderes, prédio vizinho à diretoria.

Os três já foram delegados titulares da Deops (Delegacia de Ordem Política e Social) e são investigados pela suspeita de desvio de dinheiro de taxas pagas na delegacia, que deveria ter sido destinado em favor governo do Estado. Marcelo Vargas é presidente da Adepol (Associação dos Delegados de Polícia do Estado).

As investigações contra os delegados tiveram início no final do ano passado, após denúncia de que uma arma furtada teria sido regularizada na Deops. Vários documentos foram apreendidos no local. As investigações começaram em segredo de Justiça. Depois os acusados conseguiram ter acesso ao processo e até paralisar a investigação através de decisão judicial, depois reformada.

O advogado da Adepol, André Borges Neto, esteve esta tarde no Judiciário para obter os mandados e conhecer a argumentação que fundamentou a decisão. Ele se declarou surpreso com as prisões, argumentando que nenhum dos delegados têm antecedentes criminais e eles estavam colaborando com as investigações.

Borges se reuniria com os três delegados na Academia de Polícia para em seguida buscar providências para tentar revogar as prisões. Ele disse que o primeiro caminho seria pedir ao juiz que reconsiderasse a decisão.

 
Dourados Informa

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL 2020
Por WhatsApp, Witzel convida Bolsonaro para assistir a desfiles do carnaval no seu camarote
DICAS DE SEGURANÇA
Saia de viagem neste feriado e deixe sua casa segura com as dicas da Polícia Civil
GUGU LIBERATO
Defesa diz que Gugu Liberato deu 500 mil dólares a Rose Miriam e mansão de R$ 6 mi
LUTO NO CINEMA
Morre aos 83 anos José Mojica Marins, o lendário Zé do Caixão
FAMOSIDADES
Pós-parto: Andressa Miranda faz revelações sobre sexo com Thammy Miranda
CONCURSO DO EXERCITO
Concurso Exército: Saiu o edital com 1.100 vagas para nível médio
BOLSONARO
Bolsonaro diz que imprensa poderia ser um partido: ''Ia ficar à esquerda''
FAMOSOS
Filho de Leonardo, João Guilherme recebe crítica e ironiza
TRAFICO DE DROGAS
Mulher é flagrada com 240 gramas de fumo na vagina para entrar na cadeia
FAMOSIDADES
Roberto Carlos reprova roteiro de Glória Perez, atraza produção e procura ator para filme