Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 12 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

SE: conselheiro do TCE preso pela PF sofre enfarte

17 Mai 2007 - 16h36
Um dos presos na Operação Navalha da Polícia Federal em Sergipe, o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Flávio Conceição, sofreu um enfarte logo após ter sido preso na manhã de hoje. Ele passou mal, reclamou de dores no coração e foi levado às pressas para um hospital particular de Aracaju, onde foi atendido e recebe cuidados médicos.

Além dele, foi preso em Sergipe o filho do ex-governador João Alves Filho (Democratas), João Alves Neto, proprietário de uma construtora, de uma emissora de rádio AM e de um jornal diário. João Alves comandou o governo até 2006, quando perdeu a eleição para Marcelo Déda (PT).
Outro preso foi o ex-secretário de Saúde do estado, na gestão Albano Franco, e ex-deputado federal Ivan Paixão (PPS). Ele se entregou aos policiais federais em Ribeirão Preto, onde se encontrava em uma viagem particular.
Segundo as primeiras informações, dois outros empresários tiveram os mandados de prisão decretados, e podem ser presos a qualquer momento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP
ULTIMO CAPITULO
Globo exibe último capítulo de Segundo Sol e assunto bomba
DE GLÓRIA DE DOURADOS PARA O MUNDO
Ana Karla é convidada especial da Hyundai para um talk show neste sábado em São Paulo
1ª INDIGENA NO GOVERNO
Índia da equipe de Jair Bolsonaro já atuou com Cauã Reymond e foi moradora de rua
FINAL DE NOVELA
Valentim beija Rosa em gravação que vai ao ar no fim de 'Segundo sol'; veja mais detalhes
MS CONTEMPLADO
Tereza Cristina Dias do MS é confirmada para ser ministra
EFEITO CASCATA
Bolsonaro vê com 'preocupação' aumento para ministros do STF