Menu
SADER_FULL
segunda, 9 de dezembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
DIAMONT EVENTOS
Brasil

Receita alerta para mensagens falsas na internet

20 Mar 2007 - 15h28
 

A Receita Federal divulgou nota alertando os contribuintes a não abrirem e-mails supostamente enviados pelo órgão. Com o período de entrega da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2007, ano-base 2006, aumenta o número de mensagens falsas em nome da Receita.

A Receita destaca que não envia, em hipótese alguma, mensagens eletrônicas sem autorização do contribuinte. Alerta também que a pessoa não deve responder mensagens desse tipo porque poderá repassar a fraudadores dados pessoais, fiscais e bancários.

Os e-mails falsos costumam ter timbres do governo federal, do Ministério da Fazenda e da Receita Federal. O órgão orienta os contribuintes que receberem esse tipo de mensagem a não abrir arquivos anexados, não acionar os links para endereços da internet e excluir imediatamente o e-mail.

O prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda termina em 30 de abril. Até as 18 horas de ontem, a Receita havia recebido 3,4 milhões de declarações, volume 11,7% superior ao registrado no mesmo período do ano passado.

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Bruna Marquezine posta de biquini e aproveita dia de sol no rio após volta para casa
ASSASSINATO
Atentado em aldeia deixa dois índios mortos e dois feridos
FAMOSIDADES
Samantha Schumutz e Marcus Majela brigam feio nos bastidores e são apartados por equipe
FOREX NO BRASIL
Como Investir em Forex no Brasil
SONHO DE CONSUMO
Cota para comprinhas no Paraguai vai para mil dólares
REVELADO
Débora Falabella posta foto e assume namoro com o ator Gustavo Vaz: "Amor com poesia"
BOM REMÉDIO
Anvisa aprova registro e produção de remédios à base de cannabis
CIDADES
Projeto permite venda de remédios em supermercados
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO
Formato do “Big Brother Brasil 20” ainda é um grande mistério na Globo
CONCESSÃO
Consórcio Way-306 pagará R$ 605,4 milhões para administrar rodovia por 30 anos