Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 21 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Presidente do Peru já fala em 400 mortes causadas pelo terremoto

16 Ago 2007 - 15h26
O presidente do Peru, Alan García, afirmou nesta quinta-feira (16) que o terremoto que atingiu o país no dia anterior provocou "cerca de 400 mortes". Até então o número confirmado pelas autoridades era de 350 vítimas. Mais de mil pessoas ficaram feridas.
 
A se confirmarem os números, este pode ter sido o terremoto mais mortífero no Peru nos últimos 37 anos. Em maio de 1970, um terremoto de 7,5 graus causou 75 mil mortes no país.
 
Vídeo: veja ao lado imagens do terremoto
 
A intensidade do tremor também foi retificada pelo Instituto de Geofísica dos Estados Unidos (o USGS), que monitora os sismos registrados em todo o mundo. A entidade elevou a 8 graus na escala Richter a intensidade do terremoto no Peru. Até então estimava-se em 7,9 graus a intensidade.
 
Veja galeria de fotos do terremoto
 
O maior número de vítimas vem da cidade de Pisco, uma das mais afetadas pelo tremor.
Uma igreja lotada de pessoas desabou na cidade, o que pode elevar o número de vítimas. As equipes de resgate ainda tentam achar sobreviventes entre os escombros.
"Estamos resgatando as vítimas. A missa estava em andamento, e isso provocou muitas vítimas, pois o edifício caiu completamente. Já encontramos sobreviventes e continuamos trabalhando nisso", afirmou Luis Felipe Palomino, da Defesa Civil.
 
  Brasileiros fazem kit terremoto 
 
 
Brenda Carvalho
Mochila com o 'kit terremoto' da brasileilra Brenda Carvalho (Foto: Brenda Carvalho)O terremoto deixou aterrorizados os brasileiros que vivem no país. Para a maioria deles, essa foi a primeira experiência com o fenômeno, raro no Brasil.

Na noite de quarta, o presidente Alan García fez um apelo aos peruanos para que procurassem manter a calma e carregassem consigo uma mochila contendo comida enlatada, medicamentos e documentos.
Foi o que fez a brasileira Brenda Carvalho, de 22 anos, apresentadora de um programa infantil local. Nesta quinta-feira (16), logo pela manhã, ele foi trabalhar com a sua mochila bem ao lado da mesa. "Estou com o que preciso para qualquer novo incidente", conta ela.
Carvalho estava no meio de um ensaio quando sentiu os primeiros tremores. "Na hora eu pensei que fosse normal, pois sei que eles têm tremores freqüentes. Mas a intensidade começou a aumentar muito e as pessoas começaram a ficar apavoradas", conta.
Brenda disse que sua equipe de produção juntou as 30 crianças que estavam no estúdio e desceram as escadas de emergência do prédio. "Quando chegamos até a rua vimos a imagem do caos. Os postes estavam dançando e os carros se movendo. O céu ficou branco e as pessoas corriam gritando e chorando".
 
Enquanto conversava com a reportagem do G1 pelo telefone, Brenda recebia ligações no celular de amigos e parentes querendo saber se ela estava bem. "Aqui estamos até agora tentando nos achar, existem amigos que não localizei ainda".
 
O brasileiro Ed Carlos Lima, de 27 anos, conta que alguns tremores ainda são sentidos. São as réplicas, que ocorrem após um grande terremoto.
 
"Toda vez que o chão treme um pouco as pessoas ameaçam sair correndo. O clima está muito tenso", diz Lima. O gerente administrativo também foi trabalhar hoje com uma bolsa contendo água, lanterna e mantimentos -seu kit terremoto.
 
Veja no vídeo acima: brasileira fala do desespero no momento do terremoto

 
 
Fuga da prisão
Mais de 600 presos fugiram de uma penitenciária na cidade peruana de Chincha (200 km ao sul de Lima) após o terremoto. Eles aproveitaram os danos causados pelo tremor à estrutura do presídio de Tambo de Mora e escaparam através das paredes destruídas.
 
G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

OS MAIS BEM PAGOS
Conheça os atletas mais bem pagos da temporada
SAIR DO SUFOCO
Empréstimo pessoal com garantia facilita quitação de dívidas
E AÍ QUAL DAS DUAS OPÇÃO - VEJA
Contratar uma agência de marketing ou investir em uma equipe interna?
COVARDIA
Pai é preso acusado de agredir o filho de apenas cinco meses
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': León destrói rosto de Valentina e ela descobre o segredo da fonte
TERRORISMO
Bolsonaro sofre ameaças de morte em vídeos na internet
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem que matou filho para defender a nora comete suicídio
INJUSTIÇA
Familiares prestam homenagem a laçador de cães que morreu após ser hostilizado
FORAGIDO
Mulher é morta a facadas pelo ex-marido, que não aceitava fim de relacionamento
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Valentina conta a Egídio que Gabriel é filho dele