Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Parreira confirma Ronaldo na seleção contra a Venezuela

7 Out 2004 - 15h43
O técnico Carlos Alberto Parreira viaja para Maracaibo nesta quinta-feira tendo solucionado a sua principal dúvida para escalar a seleção brasileira. O atacante Ronaldo não sentiu dores durante o treino desta quinta-feira e está confirmado para o ataque da equipe contra a Venezuela, neste sábado.

Reuters  
Ronaldo treina nesta quinta, não sente dor e joga contra a Venezuela no sábado
Ronaldo havia se apresentado ao técnico na última terça com problemas musculares em ambas as coxas. O jogador sequer chegou a disputar a partida do Real Madrid contra o La Coruña no último domingo.

Nesta quinta, no primeiro treino em que o artilheiro participou com os outros jogadores, Ronaldo esteve durante todo o tempo em campo e entre os titulares.

"Vou para o jogo 100%. Estou à disposição do treinador. Fiz todos os movimentos, não senti nada. Acho que a lesão está curada. Deu para tirar qualquer dúvida", afirmou Ronaldo. O atacante, porém, não se movimentou muito, fazendo poucas jogadas que lhe exigissem um esforço maior.

"Isso aconteceu porque ele está há dez dias sem treinar com bola. É natural e nós já sabíamos que ele teria condições de jogo", argumentou Parreira.

O trabalho desta quinta-feira foi dividido em duas partes. Na primeira, que durou cerca de 15 minutos, o técnico deu mais atenção ao posicionamento da defesa brasileira. Na segunda, os atletas disputaram um coletivo de 45 minutos, vencido pelo time dos reservas por 3 a 2.

Luís Fabiano abriu o placar aos 20 min, após receber passe de Adriano. Cinco minutos depois, Ronaldinho Gaúcho igualou o placar ao dominar a bola fora da área e chutar no ângulo de Júlio César. Aos 30min, Renato errou na saída e o ex-atacante do São Paulo fez o seu segundo após driblar o arqueiro Dida.

Em seguida, os titulares empataram mais uma vez. Ronaldinho Gaúcho cobrou escanteio; a bola rebateu em Lúcio e foi para o gol. Logo depois, Ronaldo fez o seu principal lance no treino. O atacante avançou pela esquerda, driblou o marcador, mas Júlio César defendeu seu chute.

No final, Luís Fabiano fez o seu terceiro e garantiu a vitória dos reservas. O jogador do Porto recebeu lançamento do meio-campista do Palmeiras Magrão e completou para o gol.

O treino desta quita foi observado pelos jogadores da seleção de futebol de 7 do Brasil, medalha de prata nas Paraolimpíadas de Atenas. A equipe, formada por atletas com paralisia cerebral, perdeu apenas uma partida -na final, para a Ucrânia, por 4 a 1.

No início desta tarde, a seleção brasileira embarca para Maracaibo. A partida contra a Venezuela será realizada às 22h deste sábado.

Se Parreira não mudar de idéia até sábado, o Brasil deve entrar em campo com Dida; Cafu, Juan, Roque Júnior e Roberto Carlos; Renato, Juninho Pernambucano e Zé Roberto; Kaká; Ronaldinho Gaúcho e Ronaldo.
 
UOL Esporte

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação