Menu
RIO_DOURADOS
SADER_FULL
Busca
SUCURI_MEGA
Brasil

Novo estudo apontará situação da Justiça do Trabalho em MS

31 Ago 2004 - 15h33
 

Depois do Diagnóstico do Poder Judiciário, divulgado pelo MJ (Ministério da Justiça) em 16 de agosto, um novo estudo, feito desta vez pelo STJ (Supremo Tribunal Federal) apontará as condições da Justiça do Trabalho em diversos estados Brasileiros, incluindo o Mato Grosso do Sul. O trabalho é tomado como exemplo ao trabalho feito pelo MJ e que resultou no relatório, que apontou a Justiça Federal de Mato Grosso do Sul com um dos piores desempenhos do País, com apenas 22% dos processos julgados.

A informação, divulgada no site do TST (Tribunal Superior do Trabalho), partiu hoje do presidente do TST, ministro Vantuil Abdala, junto com o presidente do STJ (Supremo Tribunal Federal), ministro Nelson Jobim. Para Jobim, o levantamento “dará a oportunidade de mostrar se o congestionamento da Justiça do Trabalho é menor e a rapidez é maior que a justiça comum, e também aferir as necessidades”. Para o diagnóstico serão analisadas informações que permitam encontrar as taxas de congestionamento, de recorribilidade e reforma de decisões no âmbito trabalhista.


 
 
Mídia Max News

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acerto de Contas
Mulher é assassinada e companheiro é poupado pelos bandidos
Macabro
Filho que escondeu corpo de pai pode ser indiciado por três crimes
Novela
'Deus salve o rei': Catarina (Bruna Marquezine) mata Constantino
Novela Global
'Outro lado': Gael luta contra violência doméstica no fim
Monstro
Câmera flagra irmão à procura de menina que teria sido abusada por prefeito de Bariri
Perigo do Selfie
Três garotas caem de ponte de 20 metros ao tirarem fotos em Castelo
Campanha de filiações
Prisão de Lula faz disparar filiações ao PT
O Apocalipse
Arthur (Junno Andrade) fala na TV que Ricardo (Sergio Marone) ressuscitou em seu velório
BBB 18 - Vencedora
Veja a casa de Gleici, do'BBB 18': Sister teve o pai assassinado pelo tráfico e passou fome
Concurso Público
Polícia Federal publica autorização para promover concurso público com 500 vagas