Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 24 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

MS pode ganhar hospitais para tratar dependentes químicos

2 Jun 2010 - 12h59Por MS Notícias

Mato Grosso do Sul poderá ganhar hospitais para o tratamento de dependentes químicos. O líder do PR na Assembleia Legislativa, deputado Antônio Carlos Arroyo, apresentou o projeto de lei que autoriza o Poder Executivo a implantar e instalar as unidades hospitalares, através da Secretaria Estadual de Saúde.

O desenvolvimento do programa específica de tratamento dos usuários de drogas poderá ser por meio de convênios com entidades públicas e particulares. Pela proposta, o tratamento deverá ser com aplicação terapêutica médica, psicológica, psiquiátrica, com a internação de pacientes e tratamento ambulatorial. O Poder Executivo também poderá firmar convênio com o Ministério da Saúde e receber doações para a implantação das unidades.

"O grave problema dos dependentes químicos tratado por ONGs que estão ocupando, meritótiamente, o papel do estado. É primordial que o poder público se empenhe diretamente e com o profissionalismo que o caso exige, sem conotação de crenças filosóficas, para que o atendimento seja amplo e não seletivo", justifica Arroyo.


Deixe seu Comentário

Leia Também

CORRIDA PRESIDENCIAL
Haddad continua disparada em pesquisa do BTG e se consolida no 2º turno
CASAL BRUMAR
Bruna Marquezine e Maraina Ruy Barbosa se afastam e climão na Itália alerta internautas
MARIA DA PENHA
Após deixar hospital, mulher esfaqueada pelo ex diz: 'Não deixe passar em vão'
CAPITULO FINAL
Saiba tudo que vai acontecer no fim de 'Orgulho e paixão'
MUTANTE
Grife inova em passarela com modelos de 'três seios'
EMBOSCADA
Homem é assassinado na frente do filho de seis anos
FAMOSIDADES
Xuxa rompe silêncio sobre Marlene Mattos e traições de Pelé: ‘Me fez coisas muito feias’
ASSALTANTE
Preso confessou que matou a ex em cela da cadeia
DISPUTA ACIRRADA
Nova pesquisa mostra empate técnico entre Haddad e Bolsonaro
SELEÇÃO BRASILEIRA
Gabriel Jesus retorna para a Seleção