Menu
SADER_FULL
quarta, 17 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Milionário da Mega-Sena ainda não foi receber o prêmio

2 Jul 2004 - 15h09

O ganhador dos R$ 25 milhões da Mega-Sena ainda não foi buscar seu prêmio. Pelo alto valor, ele não pode ser retirado nas casas lotéricas. Tem que ser em uma agência da Caixa Econômica Federal.

 

Como ninguém foi retirar o prêmio até agora, não há informações sobre o vencedor (ou vencedores, se foi um bolão, por exemplo). A única coisa que se sabe é que a aposta foi feita na lotérica Marechal, perto da estação Marechal Deodoro do metrô, no bairro Santa Cecília, região central de São Paulo.

 

O outro ganhador é do Distrito Federal. A Caixa informou que a aposta vencedora foi resultado de um bolão de 36 pessoas. Os apostadores já compareceram para pegar o dinheiro. Cada um levou R$ 713 mil.

 

O apostador tem prazo de 90 dias para retirar o dinheiro em qualquer agência da Caixa pois um prêmio como este não pode ser retirado nas lotéricas. Se o vencedor não aparecer neste prazo, o prêmio prescreve e o dinheiro vai para o programa de financiamento à educação.

 
 
Último Segundo

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'
MOTIVO FUTIL
Camera ajuda na indentificação de Homem que confessa ter matado mulher após falhar na "Hora H"
A CASA CAIU
Rapaz é agredido pelas sete namoradas que descobriram traição
SEGUNDO SOL
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher'
DEFICITÁRIAS
Correios fecham 02 agências no MS e 39 no país
VICENTINA - LEILÃO ELETRÔNICO
Justiça realizará leilão eletrônico de imóveis urbanos e trator de VICENTINA
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Conclusão do Comperj deve gerar 8 mil vagas em 2019
LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo
SELEÇÃO BRASILEIRA
Brasil vence a Argentina com gol de Miranda nos acréscimos e conquista o Superclássico
HORARIO DE VERÃO
Início do horário de verão não será adiado, informa o Planalto