Menu
SADER_FULL
quarta, 26 de junho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Grávida morre após ser recusada por ambulância no ES

3 Set 2007 - 13h39
Janaína Guimarães, de 27 anos, grávida de cinco meses, morreu de edema pulmonar e cerebral, depois de ter atendimento recusado duas vezes pelo serviço de ambulância, em Vitória, no Espírito Santo. A família registrou queixa na polícia. Janaína passou mal na madrugada de sábado. A mãe ligou para o serviço de ambulância, mas não foi atendida com a desculpa de que havia muitos acidentes.

Janaína foi levada para um hospital municipal de táxi e chegou a ser medicada. Voltou para casa, mas passou mal de novo. A mãe novamente ligou para o serviço de ambulância. "Falaram para colocá-la nas costas e levá-la para o hospital", conta Maria Tereza.

Quando a paciente voltou para o hospital, de táxi, o quadro era bem mais grave e desta vez foram os médicos que ligaram para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu. Foram sete ligações e a ambulância demorou quase quatro horas para chegar. A Secretaria de Saúde do Espírito Santo determinou abertura de inquérito para investigar a morte de Janaína. As informações são do Jornal Hoje.
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA EPIDEMIOLÓGICO
Acadêmico de Medicina morre com suspeita de dengue hemorrágica
INSTINTO ASSASSINO
Jovem leva 23 perfurações pelo corpo dois dias após se separar e fica em coma induzido
CRUELDADE
Adolescentes torturam e matam garota por causa de ciúmes, divulgam vídeo e são apreendidas
HABEAS CORPUS
Segunda Turma do STF mantém Lula preso
TRAGEDIA NA RODOVIA
Uma pessoa morre e cinco feridos após carro da Secretaria de Saúde bater em caminhão
ESCRAVIDÃO
Mulher era mantida em cárcere privado por 20 anos
MONSTRUOSIDADE
Bebê de 9 meses é estuprado e espancado até a morte
QUADRO ESTÁVEL
Após acidente e cirurgia às pressas, Filho de Huck e Angélica deixa UTI
CIGARREIRO
Homem morre após capotar carro carregado com cigarros
ASSÉDIO SEXUAL
Dany Bananinha sofre assédio em praia do Rio e impede nova vitima: 'Me tremi toda'