Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Dólar fecha o dia em alta de 0,41%, negociado a R$ 1,973

30 Ago 2007 - 17h11

O dólar fechou em alta nesta quinta-feira, em uma sessão que acompanhou de perto a volatilidade nos mercados internacionais entre a incerteza sobre os juros norte-americanos e a maior confiança dos investidores com os lucros do setor de tecnologia.

A divisa subiu 0,41% e fechou cotada a R$ 1,975. Na semana, a moeda norte-americana acumula alta de 1,65%.

O dólar subiu mais de 1% logo no começo do dia, refletindo a queda de Wall Street em meio à incerteza sobre um corte do juro na reunião de setembro do Federal Reserve.

Mais tarde, no entanto, as bolsas norte-americanas compensaram as perdas, com o índice Nasdaq chegando a operar em alta, em reação ao comportamento positivo das ações de tecnologia.

O mercado aumentou a aposta, após o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no segundo trimestre, de que a expansão dos investimentos das empresas vai sustentar os lucros do setor de tecnologia. Na mínima do dia, o dólar recuou 0,46%.

"(O dólar) continua com volatilidade, acompanhando lá fora", disse Daniel Szikszay, gerente de câmbio do Banco Schahin. No momento do fechamento, o índice Dow Jones, referência da Bolsa de Nova York, caía 0,4%, e o Nasdaq perdia 0,1%.

Vladimir Caramaschi, economista-chefe da Fator Corretora, afirmou que o mercado de câmbio oscilou também de acordo com o risco-país, que se manteve obediente ao movimento dos mercados estrangeiros. Nas últimas horas de pregão, o índice era cotado acima de 200 pontos-básicos e apontava uma menor disposição dos estrangeiros em investir no País.

A instabilidade do mercado de câmbio ganhou impulso adicional com o início da disputa pela formação da última Ptax (taxa média do dólar) do mês. A taxa da próxima sessão será usada para liquidação dos contratos futuros em vencimento, o que provoca a queda-de-braço entre os comprados - que apostam em alta do dólar - e os vendidos - que apostam na queda.

Segundo Carlos Alberto Postigo, operador de câmbio da corretora Action, algumas tesourarias já podem ter realizado ajustes para buscar uma posição mais favorável em meio ao vencimento dos contratos futuros. Szikszay avaliou, porém, que a disputa ainda não dominou o mercado de câmbio nesta sessão.

De acordo com dados da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), os investidores não-residentes no País - entre os quais os estrangeiros - têm as maiores apostas na alta do dólar. Já os bancos e os investidores institucionais brasileiros estão com posições vendidas no mercado futuro de dólar da bolsa.

 

 

Invertia

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares