Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 16 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Desemprego cai pelo segundo mês consecutivo

22 Jul 2004 - 10h08
A taxa de desocupação medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nas seis principais regiões metropolitanas do país, caiu de 12,2% para 11,7%, entre os meses de maio e junho. É a segunda queda consecutiva na taxa, que já havia diminuído em 0,9 ponto percentual em maio, em relação a abril. Com isso, o índice volta aos níveis de janeiro.

Segundo a Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE, o número de pessoas que estão trabalhando se manteve nos mesmos 18,9 milhões verificados em maio e a variação de 0,4% não pode ser considerada “estatisticamente significativa”. Em comparação a junho do ano passado, 598 mil pessoas ingressaram no mercado de trabalho – uma variação positiva de 3,3%.

A Pesquisa Mensal de Emprego indica, ainda, que o rendimento médio do trabalhador cresceu 1,8% em relação a maio, para R$ 886,60. Em comparação a junho do ano passado, porém, há queda de 0,5%.

Outro dado significativo constatado pela Pesquisa Mensal de Emprego diz respeito ao aumento de 3,2% no número de trabalhadores com carteira de trabalho assinada, em relação a junho do ano passado. Essa alta se deu em quase todas as seis regiões investigadas pelo IBGE, à exceção de Recife.
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat