Menu
SADER_FULL
quarta, 17 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Cotado para Agricultura, Moka é réu em 8 processos em MS

21 Mar 2007 - 13h00

O deputado federal Waldemir Moka (PMDB), até então forte candidato à assumir o Ministério da Agricultura, figura como réu em oito processos, na pauta de julgamentos do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, informa a Agência Estado. 

Todos são impetrados pela Vara de Execução Fiscal da Fazenda Pública Municipal de Campo Grande, principalmente cobranças de dívidas de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) não pagas há pelos menos quatro anos.

Segundo a assessoria do parlamentar em Brasília, Moka desconhece totalmente a existência dos processos e nunca foi notificado em nenhum. Acreditam os assessores que o caso pode ser totalmente esclarecido, assim que o deputado tomar conhecimento do assunto através de explicações oficiais. Adiantaram existir ainda outros dois processos, contra a Executiva Estadual do PMDB, que foram arquivados pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

Sobre a pendência com a Prefeitura de Campo Grande, a assessoria informou que o assunto deve ser relacionado à doação de dois terrenos situados no bairro Rita Vieira, periferia de Campo Grande, para a Associação de Murtinhenses, entidade que congrega pessoas nascidas em Porto Murtinho, cidade natal do ex-governador Zeca do PT, primo de Moka. Conforme informações do assessor Antônio Carlos "as áreas foram repassadas à entidade, a qual passou a ser responsável pelo pagamento de impostos e taxas que incidem sobre o bem.

Os outros dois processos referem-se à privatização do porto de Murtinho pela família do ex-governador Zeca do PT. Um deles movido por Zeca do PT e outro pelo irmão do ex-governador Heitor Miranda, ambos beneficiados na operação. A Executiva Estadual do PMDB, à época, condenou a forma com que o porto passou às mãos da iniciativa privada, ainda mais por envolver a família do então governador.

Com Agência Estado

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'
MOTIVO FUTIL
Camera ajuda na indentificação de Homem que confessa ter matado mulher após falhar na "Hora H"
A CASA CAIU
Rapaz é agredido pelas sete namoradas que descobriram traição
SEGUNDO SOL
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher'
DEFICITÁRIAS
Correios fecham 02 agências no MS e 39 no país
VICENTINA - LEILÃO ELETRÔNICO
Justiça realizará leilão eletrônico de imóveis urbanos e trator de VICENTINA
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Conclusão do Comperj deve gerar 8 mil vagas em 2019
LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo
SELEÇÃO BRASILEIRA
Brasil vence a Argentina com gol de Miranda nos acréscimos e conquista o Superclássico
HORARIO DE VERÃO
Início do horário de verão não será adiado, informa o Planalto