Menu
PASSARELA
quarta, 20 de junho de 2018
SADER_FULL
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Contra o Paraguai, Parreira completa 30 anos como treinador

14 Jul 2004 - 17h26
Campeonato brasileiro de 1974, Goiás 1 x 1 Fluminense, partida disputada no dia 14 de julho de 1974. Mais uma partida entre tantas outras que ocorreram no inflado nacional de 30 anos atrás.

Para o técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, no entanto, é uma data especial: no comando do time carioca, foi sua primeira partida como treinador de futebol.

Trinta anos depois, Parreira volta a entrar em campo, mas desta vez com a seleção brasileira que tenta assegurar a liderança do Grupo C da Copa América, disputada no Peru. Ao invés do Goiás, o adversário é o Paraguai.

"É uma vida," disse o treinador que, ao longo de 30 anos de carreira como treinador, ganhou uma Copa do Mundo e ajudou o Fluminense -- clube que apostou em seu potencial -- a sair do buraco da terceira divisão do futebol nacional em 1999.

"Me deram o time (do Fluminense) interinamente", lembra o técnico. "Fiquei por um período de três ou quatro meses porque na época ainda não pensava em ser treinador. Queria ficar como preparador físico."

Nessa função, aliás, Parreira já havia servido a seleção brasileira nos mundiais de 1970 e 1974.

SELEÇÃO

Em sua carreira, Parreira dirigiu equipes como o Valência, da Espanha, o Fenerbahce, da Turquia e as seleções do Kuweit, na Copa do Mundo de 1982, e da Arábia Saudita em 1998.

Campeão brasileiro com o Fluminense em 1984, a principal conquista do treinador foi, sem dúvida, o tetracampeonato em 1994.

Com as cores verde e amarela, Parreira ganhou notoriedade. Foram 82 partidas em três passagens no comando da seleção (1983, de 1991 a 1994 e de 2003 até hoje) e somente nove derrotas. Quarenta e três vitórias e 30 empates, incluindo os dois jogos desta Copa América.

Rotulado como retranqueiro, Parreira viu seus comandados marcarem 151 gols para a seleção, uma média de 1,84 por jogo. Foram 61 gols sofridos, o que lhe dá um saldo positivo de 90 gols com o técnico no comando da seleção brasileira. Caso repita o resultado de sua estréia no comando de um time de futebol, o 1 x 1, Parreira garante à seleção a liderança do Grupo C da Copa América e a disputa das quartas-de-final na cidade de Tacna que, diferentemente de Arequipa, está localizada ao nível do mar.
 
Reuters

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Terceiro homem que assediou russa na Copa diz que “estão transformando um copo d’água em uma tempestade”
‘Alta Pressão’
Exército deflagra Operação para fiscalizar armamento e reduzir desvios para o comércio ilegal
COLÉGIO DELPHOS - BOLSAS DE ESTUDOS
Colégio Delphos Nota 10 oferece provas para bolsas de estudos neste sábado em Dourados
UNIPAR - EAD - DOURADOS
Unipar EAD com pós-graduação e 25 cursos a distância com mensalidade acessíveis agora em Dourados
PENSÃO ALIMENTÍCIA
Genro de Silvio Santos é procurado por Policia Federal após mandado de prisão
APOCALIPSE
Arthur (Junno Andrade) fala na TV do ataque ao navio de fugitivos e das consequências da erupção de
POLÊMICA
Projeto quer liberar venda direta de etanol das usinas aos postos
FÁTIMA DO SUL - ESTRUTURA NOVA
Fátima do Sul terá um novo conceito de lojas Cacau Show, AGUARDEM!!!
DOURADOS - ITALÍNEA MÓVEIS PLANEJADOS
Em Dourados, Italínea Móveis Planejados dá dicas para deixar sua casa pronta para o inverno
APOCALIPSE
Ricardo (Sérgio Marone) autoriza que um navio de fugitivos seja bombardeado