Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 25 de janeiro de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

Contra o Paraguai, Parreira completa 30 anos como treinador

14 Jul 2004 - 17h26
Campeonato brasileiro de 1974, Goiás 1 x 1 Fluminense, partida disputada no dia 14 de julho de 1974. Mais uma partida entre tantas outras que ocorreram no inflado nacional de 30 anos atrás.

Para o técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, no entanto, é uma data especial: no comando do time carioca, foi sua primeira partida como treinador de futebol.

Trinta anos depois, Parreira volta a entrar em campo, mas desta vez com a seleção brasileira que tenta assegurar a liderança do Grupo C da Copa América, disputada no Peru. Ao invés do Goiás, o adversário é o Paraguai.

"É uma vida," disse o treinador que, ao longo de 30 anos de carreira como treinador, ganhou uma Copa do Mundo e ajudou o Fluminense -- clube que apostou em seu potencial -- a sair do buraco da terceira divisão do futebol nacional em 1999.

"Me deram o time (do Fluminense) interinamente", lembra o técnico. "Fiquei por um período de três ou quatro meses porque na época ainda não pensava em ser treinador. Queria ficar como preparador físico."

Nessa função, aliás, Parreira já havia servido a seleção brasileira nos mundiais de 1970 e 1974.

SELEÇÃO

Em sua carreira, Parreira dirigiu equipes como o Valência, da Espanha, o Fenerbahce, da Turquia e as seleções do Kuweit, na Copa do Mundo de 1982, e da Arábia Saudita em 1998.

Campeão brasileiro com o Fluminense em 1984, a principal conquista do treinador foi, sem dúvida, o tetracampeonato em 1994.

Com as cores verde e amarela, Parreira ganhou notoriedade. Foram 82 partidas em três passagens no comando da seleção (1983, de 1991 a 1994 e de 2003 até hoje) e somente nove derrotas. Quarenta e três vitórias e 30 empates, incluindo os dois jogos desta Copa América.

Rotulado como retranqueiro, Parreira viu seus comandados marcarem 151 gols para a seleção, uma média de 1,84 por jogo. Foram 61 gols sofridos, o que lhe dá um saldo positivo de 90 gols com o técnico no comando da seleção brasileira. Caso repita o resultado de sua estréia no comando de um time de futebol, o 1 x 1, Parreira garante à seleção a liderança do Grupo C da Copa América e a disputa das quartas-de-final na cidade de Tacna que, diferentemente de Arequipa, está localizada ao nível do mar.
 
Reuters

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUPERAÇÃO
Ser diagnosticado 5 vezes com câncer em 15 anos não foi capaz de parar campeão paralímpico
SUSTO
Palco de Gusttavo Lima pega fogo durante show em Pernambuco
É MUITO PLÁSTICO
Brasil produz mais de 11 milhões de toneladas de lixo plástico
CASOS RAROS
Duas crianças morrem em uma semana, após sofrer AVC, preocupa classe médica
REALITY SHOW 2020
Participante do BBB20, médica sugeriu que mataria Dilma “em seu plantão”
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Três crianças morrem e uma mulher fica ferida durante incêndio em casarão
ESPORTE 2020
Opção de 'Cashout' atrai apostadores iniciantes
FUTEBOL 2020
Coritiba anuncia novo patrocinador máster para 2020
DOENÇA INFECCIOSA
Presos que estavam sendo 'comidos vivos' por doença são internados
HABITAÇÃO
Prefeita troca carnaval por doação de 52 moradias populares e ajuda a famílias carentes