Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 10 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Concessionárias discutirão reajuste menor para telefonia

16 Jul 2004 - 13h18

As concessionárias de telefonia fixa iniciarão na próxima segunda-feira a discussão, com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), da possibilidade de reduzir ainda mais o reajuste extra de 8,7% acertado entre as empresas e o ministro das Comunicações, Eunício Oliveira. O índice mais baixo irá incidir na assinatura básica, no pulso e no telefone público.

O reajuste autorizado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) era de cerca de 11%, com base no Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI), e não foi cobrado pelas empresas no ano passado. Mas na última segunda-feira, as concessionárias aceitaram a proposta do ministro Eunício Oliveira, de não ultrapassar o teto de 8,7% e parcelar o aumento em duas vezes.

O presidente da Anatel, Pedro Jaime Ziller, informou que a autarquia tem interesse em uma rápida solução para o assunto. E que as concessionárias concordaram com a busca de um índice mais baixo. "As empresas poderiam aplicar o valor que a Justiça determinou, mas optaram por este caminho que é o mais lógico e mais racional", afirmou Pedro Ziller. Representantes da Brasil Telecom, Telefônica, Embratel, Telemar, Sercomtel e CTBC discutiram ontem (15) à noite com Ziller as diretrizes das negociações firmadas com o governo. O índice negociado entre as concessionárias e o governo será calculado acima dos 6,89% já autorizados pela Anatel em 1º de junho. O diferencial de 8,7% será aplicado em duas parcelas iguais de 4,35%, com vencimento em 1° de setembro e em 1° de novembro.

 

Invertia

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVARDIA
Mulher agride menino autista em playground e vídeo viraliza
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau descobre que Diana luta karatê e fica em choque
ACUMULOU
Ninguém acerta a mega-sena e prêmio acumula em R$ 30 milhões
VIOLENCIA
'Tiro, porrada e bomba': festa em universidade acaba em pancadaria e PM responde com violência
NOVELA GLOBAL
Gabriel confronta Valentina em “O Sétimo Guardião”
ARROCHO
Regra defendida por Bolsonaro tira R$ 1,1 mil por mês das novas aposentadorias
BARBÁRIE
Mulher é presa após atear fogo em cachorro
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Feliciano foi muito rico e ajudou Valentina no passado
SE DEU MAL
Assaltante é morto após fazer idosa de 83 anos refém no Rio de Janeiro
ROUBO MILIONÁRIO
Homens invadem banco, trocam tiros com polícia e fogem com R$ 1 milhão