Menu
SADER_FULL
terça, 19 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Cientistas ligam falta de molécula no cérebro a mais impulsividade

3 Ago 2010 - 17h58Por Folha
Pessoas impulsivas, como o comprador insaciável e o jogador compulsivo, tendem a apresentar desequilíbrios em um mensageiro químico cerebral, a dopamina. Agora um estudo mostra como esse sistema entra em pane. Cientistas da Universidade Vanderbilt (EUA) associaram a pontuação de 32 participantes em um questionário com a atividade de uma molécula nos seus cérebros.

Os voluntários respondiam, por exemplo, com que frequência planejavam com antecedência suas viagens ou mudavam de emprego. Em seguida, os cientistas monitoraram a atividade de um receptor (uma fechadura química) de dopamina nos neurônios. Quando a dopamina -associada a motivação e prazer- é liberada no cérebro, seus efeitos são reduzidos por esse receptor.

Os cientistas viram que pessoas com maior impulsividade tinham menos desse receptor no cérebro. Em outro experimento, os participantes receberam anfetamina, substância que aumenta a liberação de dopamina. Quanto maior a impulsividade do sujeito, mais dopamina surgia no cérebro. Os participantes com mais dopamina também respondiam mais positivamente quando questionados se queriam mais anfetamina.

"O estudo mostra que pessoas com menos do receptor em certas áreas cerebrais não inibem bem a liberação de dopamina", afirma Rodrigo Bressan, da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). "Elas liberam dopamina em excesso e têm um desejo maior de usar anfetamina, apresentando maior risco de dependência de drogas."

A pesquisa, liderada pelo neurocientista Joshua Buckholtz, foi publicada na revista "Science". Para ele, a descoberta sugere um mecanismo biológico para tratar a dependência de drogas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Padre sertanejo acusado de ostentação cobra entrada de idosos para assistir programa
ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica