Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 14 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Cesta básica fica mais barata em 12 capitais em maio, diz Dieese

8 Jun 2010 - 07h12Por G1

A cesta básica ficou mais barata em maio em 12 das 17 capitais analisadas pelo Departamento
Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), divulgada nesta segunda-feira (7).

De acordo com o Dieese, foi a primeira vez no ano que houve redução de preço na maioria das capitais.

A redução nos preços do tomate, que vinha subindo desde o começo do ano, foi apontada pelo Dieese como a principal causa para os preços menores. Ja o preço do feijão subiu em todas as cidades pesquisadas.

A Pesquisa Nacional da Cesta Básica, que mede a variação nos preços dos alimentos essenciais ao consumidor, apontou deflação mais forte nas seguintes localidades: Rio de Janeiro (-5,04%), Porto Alegre (-4,41%), Belém (-2,33%) e Curitiba (-2,19%).

Além disso, houve redução de preços ainda nas cidades de São Paulo (-1,94%), Brasília (-1,90%), João Pessoa (-1,83%), Salvador (-1,74%), Natal (-1,64%), Florianópolis (1,58%), Fortaleza (0,79%) e Vitória (0,50%).

"A forte retração ocorrida em Porto Alegre, bem maior que a apurada em São Paulo
fez com que as duas capitais registrassem, em maio, valores bastante próximos
para os gêneros básicos, com R$ 256,86, na capital gaúcha e R$ 256,31, na paulista", disse o Dieese em comunicado.

Em cinco cidades, os preços tiveram aumento: Manaus (3,26%), Goiânia (2,72%), Aracaju
(1,15%), Recife (1,10%) e Belo Horizonte (0,59%).

Ano de inflação
Nos cinco primeiros meses de 2010, no entanto, todas as 17 capitais acumulam alta na cesta básica.

Os maiores aumentos nesse período de comparação ocorreram nas capitais do nordeste, segundo o Dieese: Recife (26,58%), Salvador (18,03%), Natal (18,02%) e João Pessoa
(17,27%) e em Manaus (15,49%).

Brasília e Fortaleza tiveram as menores variações do período, ambas com 4,96%.

Feijão e leite mais caros

Em Goiânia, o preço do feijão subiu 41,29% em maio, a mais forte alta entre as capitais.

O leite também pesou mais no orçamento em 14 capitais, com destaques para Brasília (10,53%), Belém ( 7,08%) e Belo Horizonte (5,02%).

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP