Menu
SADER_FULL
domingo, 24 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Caixa começa a pagar mais uma parcela da correção do FGTS

16 Jul 2004 - 08h51
Começou esta semana o pagamento de mais uma parcela da correção do FGTS aos trabalhadores que tiveram perda com os planos Collor e Verão. Mais de R$ 1,3 milhão, segundo as informações da Caixa Econômica Federal. Pelo menos 1,2 mil trabalhadores receberam a correção no valor do FGTS.

Essa é a quarta parcela para o repasse das diferenças, iniciado em dois mil e dois, para quem aceitou abrir mão de processo na justiça.
Está sendo paga a quarta parcela para quem tem de R$ 2 mil a R$ 5 mil a receber, a terceira parcela de quem tem crédito entre R$ 5 mil e R$ 8 mil e a quarta para aqueles que devem receber mais que esse montante. A conclusão será só em 2007 e a próxima parcela a ser paga é daqui um ano.

Em Mato Grosso do sul, mais de 500 mil pessoas assinaram os acordos com o governo federal.

Só recebe quem fez o acordo com o governo federal. A pessoa precisa procurar uma agência da Caixa Econômica Federal, levando carteira de identidade, de trabalho e o número do PIS, que é essencial. A Caixa tem um telefone para informações: é o 0800-5740101.
 
Bom Dia MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico