Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 20 de agosto de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Caixa começa a pagar mais uma parcela da correção do FGTS

16 Jul 2004 - 08h51
Começou esta semana o pagamento de mais uma parcela da correção do FGTS aos trabalhadores que tiveram perda com os planos Collor e Verão. Mais de R$ 1,3 milhão, segundo as informações da Caixa Econômica Federal. Pelo menos 1,2 mil trabalhadores receberam a correção no valor do FGTS.

Essa é a quarta parcela para o repasse das diferenças, iniciado em dois mil e dois, para quem aceitou abrir mão de processo na justiça.
Está sendo paga a quarta parcela para quem tem de R$ 2 mil a R$ 5 mil a receber, a terceira parcela de quem tem crédito entre R$ 5 mil e R$ 8 mil e a quarta para aqueles que devem receber mais que esse montante. A conclusão será só em 2007 e a próxima parcela a ser paga é daqui um ano.

Em Mato Grosso do sul, mais de 500 mil pessoas assinaram os acordos com o governo federal.

Só recebe quem fez o acordo com o governo federal. A pessoa precisa procurar uma agência da Caixa Econômica Federal, levando carteira de identidade, de trabalho e o número do PIS, que é essencial. A Caixa tem um telefone para informações: é o 0800-5740101.
 
Bom Dia MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADE - SUSPIROS
Sem calcinha, Juju Salimeni compartilha foto ousada
VICENTINA - ALMOÇO NO PESQUEIRO
Confira o cardápio do delicioso almoço neste domingo no Pesqueiro 7 Bello em VICENTINA
CRIME PASSIONAL
Marido flagra esposa com suposto amante e caso termina em morte
NOVELA GLOBAL
Remy pode não ter morrido em 'Segundo sol'; veja os indícios
TECNOLOGIA
Segunda via do RG pode ser solicitada pela internet
BOA AÇÃO
Empresário curado faz doação milionária para hospital público
VIOLENCIA
Homem desce do carro e mata mulher com tiro a queima roupa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta confessa que matou Remy; Karola foi cúmplice
PRESO EM 2010
Morre o homem apontado como maior contrabandista de cigarros do País
ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato