Menu
SADER_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Brasil cai na chave do vice europeu no Mundial sub-17

17 Mai 2007 - 13h24
O Brasil enfrentará um rival de peso na primeira fase do Campeonato Mundial sub-17, que será disputado na Coréia do Sul, entre os dias 18 de agosto e 9 de setembro.

No sorteio realizado nesta quinta-feira, em Seul, a equipe caiu no grupo B e terá como principal adversário a Inglaterra, atual vice-campeã européia. Completam a chave Coréia do Norte e Nova Zelândia.

Atual campeão sul-americano, o Brasil precisa ficar entre os dois primeiros colocados para avançar às oitavas-de-final. Os quatro melhores terceiro colocados também se classificam.

O grupo C também terá um confronto interessante. A Espanha, atual campeã européia, enfrentará a Argentina, terceira colocada na América do Sul. A chav eserá completada por Honduras e Síria.

Confira os demais grupos: grupo A (Coréia do Sul, Peru, Costa Rica e Togo), grupo D (Nigéria, França, Japão e Haiti), grupo E (Bélgica, Tunísia, Tadjiquistão e Estados Unidos) e grupo F (Colômbia, Alemanha, Trinidad e Tobago e Gana).

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares